quinta-feira, janeiro 20, 2011

Atropelei meu cachorro

O domingo não foi tão fácil quanto deveria ser. Depois de levar as visitas às suas casas, atropelei o cachorro na hora de guardar o carro. Foi sobressalto leve, mas no mesmo instante eu soube o que havia acontecido. Não precisava de gritos ou latidos, era claro pra mim que o pneu passara por cima da Lan. Minha filha gritava e as lágrimas corriam. Minha esposa foi acudir o animal. Eu fui pra internet procurar uma clínica veterinária. Logo após o ocorrido, o bichinho ficou quieto. Não havia sinais de sangramento ou lesão. Esperamos um pouco. Até pensei em não ir ao veterinário, mas como a Lan não apresentava sinais de melhora ou piora decidimos que o melhor a fazer era tirar a dúvida de uma vez ou ninguém iria dormir naquela noite.

Domingo é dia de estradas vazias e clínicas também. Pelo menos foi o que encontramos naquele dia. Éramos os únicos clientes no local e fomos atendidos rapidamente. A primeira vista tudo bem. O raio -X também não apresentou fraturas. A doutora concluiu que a Lan é uma cadela de muita sorte e recomendou remédio pra dor, anti-séptico e repouso. Agora no final de semana devemos retornar para conferir como vai a recuperação dela.

Na hora de pagar a conta:

Analgésico
+
Anti-séptico
+
Lata de ração
+
Raio-X
+
Consulta

Total R$ 220,00

Quando a moça me devolveu o cartão de crédito, perguntei:

- Foi bom pra você?

Agora que a Lan está fora de perigo e se recuperando bem ficou fácil de falar, mas até terça-feira ainda havia um certo medo no ar.

Gostou do texto? Cadastre-se ali no topo à esquerda e receba posts no seu email. É grátis!

16 comentários:

  1. Nossa, posso imaginar o desespero de vcs.

    Melhoras pra Lan.

    Abracos e fiquem com Deus

    Barbrinha

    ResponderExcluir
  2. Obrigado Bárbara. Desespero mesmo foi a Liz que estava bem perto quando aconteceu.

    ResponderExcluir
  3. Nossa, nem sei o que eu faria. Graças a Deus ficou tudo bem. Cuida da Lan!
    Beijoos

    ResponderExcluir
  4. Fique mais atento motorista, casa com criança e cachorro sempre todo cuidado é pouco. Afinal, na hora das despesas o gasto é o mesmo hehe

    Melhoras pro cachorro.

    ResponderExcluir
  5. Xi, tadinha da lan, ainda bem que não se magoou mais. Xi, tscccccccccccccccccchhh a conta foi supercaro, pô...tem de ser.

    Um beijinho e mais cuidado ó Alves, mais cuidado Luciano...

    laura

    ResponderExcluir
  6. Nao sei porque gatos e pombas, que para nada servem, nunca sao atropelados...

    ResponderExcluir
  7. Raíssa cuidamos direitinho dela e agora a pequena já está recuperada.
    Um abraço moça.

    ResponderExcluir
  8. Cris agora o negócio é dar um jeito da minha filha ficar na varanda com o cachorro toda vez que eu tiver que entrar e sair com o carro.
    Um abraço moça.

    ResponderExcluir
  9. Zaratrusta concordo com a sua linha de pensamento. Por sorte lá em casa não há nenhuma dessas espécies animais pra atrapalhar.
    Um abraço moço.

    ResponderExcluir
  10. Laurinha pode deixar que os cuidados serão ampliados.
    Beijos moça.

    ResponderExcluir
  11. Fui ler o post de 2006 sobre a chegada da Lan, minha nossa essa cadela é uma guerreira.

    ResponderExcluir
  12. Verdade Lahrika's a Lan é uma verdadeira guerreira e mesmo assim ainda é um doce de cachorro.
    Um abraço moça.

    ResponderExcluir
  13. Aconteceu comigo. Fui guardar o carro na garagem à noite (sábado, 24/9/11) e a Laila passou na frente. Não vi. O pneu atingiu a barriga dela e, apesar de correr como um louco à procura de um veterinário (minha esposa, porque eu não consegui dirigir depois disso), ela morreu uns dez minutos depois. Já faz 3 dias hoje, mas continuo angustiado, pensando que eu poderia ter evitado. Gostava demais dela e não encontro conforto em nenhum lugar. Fico me culpando. Achei que escrever aqui poderia amenizar um pouco meu sofrimento...Parece exagero, mas realmente a Laila era da família e eu era muito apegado a ela...Agradeço por alguma palavra de conforto. (Paulo)

    ResponderExcluir
  14. (Paulo) sinto muito pelo que aconteceu a vocês e tudo o que posso dizer é que foi um acidente e ficar procurando um culpado não vai ajudar a melhorar a situação. Espero que vocês consigam superar essa perda. Um abraço a todos.

    ResponderExcluir
  15. Ola boa tarde! Li o que aconteceu com a Lan, espero que ela esteja muito bem até hj. Gostaria de desabafar - o que aconteceu comigo foi horrivel, essa semana eu tive um sonho com um acidente de carro dentro da minha casa, e no final um de meus cachorros aparecia morto em uma sacola plastica, fiquei toda confusa com o sonho e fiquei muito preocupada pois estavamos marcando de fazer uma viagem. Mas ai passsou uns dias e ontem meu irmao sofreu um acidente horrivel (ele de moto um snhor de bicicleta) meu irmao ficou muito machuado e fez uma operaçao na vista esquerda - ja o sr esta muito mal do hospital - hj cedo quando eu chegava em casa pra visitar meu irmao eu ATROPELEI meu cachorro - foi a pior coisa que aconteceu na minha vida - pois ele nem latiu nao teve tempo nem de deixar um barulho - eu desci do carro imediatamente e jamais imaginei uma cena daquelas (quebrei a cabeca dele) saiu tudo pela boca e o olho do lado esquedo ficou pra fora.
    Eu me desesperei fiquei atordoada - mas estou mais calma procurei na internet o que poderia fazer para amenisar a dor - ouvir relatos de pessoas que passaram por isso.
    Cheguei em uma conclusao - como dizem os sabios há coisas que acontecem com os ANIMAIS para salvar os humanos. Infelizmente meu cachorro se foi - mas meu irmao esta melhorando.
    AGORA - EU TO ME SENTINDO A PIOR PESSOA DO MUNDO MAS NAO FIZ POR MAL E MEUS SONHOS NAO POSSO CONTROLAR.

    ResponderExcluir
  16. Anônimo não ntem muito o que dizer. O que aconteceu foi uma fatalidade da qual ninguém está livre.
    Espero que seu irmão e o senhor da bicicleta tenham uma plena recuperação. E que com o tempo você consiga trabalhar melhor esse episódio traumatico.
    Um abraço e que 2012 seja um ano de paz e recuperação pra você.

    ResponderExcluir

Se você se deu ao trabalho de escrever então nós iremos responder.