quarta-feira, dezembro 26, 2012

Balanço das metas de 2012

Creio que já da pra fazer o balanço das metas de 2012. Este ano não fui muito organizado no acompanhamento das metas, mas agora, olhando bem o resultado até que não foi ruim. Consegui cumprir mais da metade dos meus objetivos.

  1. Doar sangue
  2. Elaborar 05 projetos curtas metragens
  3. Participar do Duelo de escritores pelo menos uma vez ao mês
  4. Filmar 02 curtíssimas metragens
  5. Executar 10 músicas na flauta doce
  6. Continuar com as minhas finanças organizadas (manter-me longe do cheque especial)
  7. Fazer atividades física 03 vezes por semana


Gostou do texto? Cadastre-se ali no topo à esquerda e receba posts no seu email. É grátis!

quarta-feira, dezembro 19, 2012

A exibição na Estação da Memória

No domingo do dia 16/12/2012, o curta-metragem JANTAR A DOIS foi mostrado ao público presente na Estação da Memória. Apenas três pessoas viram o filme, sendo dois meus amigos que ainda não tinham assistido em outra oportunidade. A terceira pessoa foi o funcionário Tiago, da Estação da Memória, que nos acompanhou com atenção e participou do bate-papo.
 
Antes de começar a exibição, eu e L.S. Alves convidamos as pessoas que estavam por lá para verem o filme e não surtiu efeito. Apesar do pouco público, tivemos uma conversa agradável após exibir JANTAR A DOIS.
 
A exibição do curta-metragem com bate-papo foi uma das contrapartidas sociais apresentadas ao Simdec para receber o patrocínio e a última oportunidade se encerrou na Estação da Memória.

Em breve, o filme será disponibilizado na internet para ser assistido gratuitamente.
 
Da esquerda para a direita: Altamir Andrade, eu, Adriana Cidral,
L.S. Alves com sua esposa Edy e filha Liz.

 Público registrado: 07 pessoas

quarta-feira, dezembro 12, 2012

JANTAR A DOIS na Estação da Memória de Joinville

Neste domingo, dia 16/12, às 16 horas, o curta-metragem JANTAR A DOIS será exibido na Estação da Memória de Joinville. Entrada gratuita e censura livre.
 
A Estação da Memória (antiga Estação Ferroviária de Joinville) está localizada na Rua Leite Ribeiro, s/n, bairro Anita Garibaldi, ao lado do Shopping Americanas.
 
Não é uma boa programação de domingo? Depois de mostrar o filme, haverá um bate-papo com o público. Esperamos você lá!

terça-feira, dezembro 11, 2012

Japão encontra o fim do mundo

O Japão foi um país admirável. Sobreviveu a terremotos, tsunamis, uma guerra mundial, duas bombas atômicas e a explosão de uma usina nuclear.
Resistiu a tudo, menos a torcida do Corinthians.

Gostou do texto? Cadastre-se ali no topo à esquerda e receba posts no seu email. É grátis!

segunda-feira, dezembro 10, 2012

Feirinha do Largo da Alfândega

Sábado foi dia de compras com a  família. Centro da cidade próximo ao natal não parece uma idéia muito convidativa, mas apesar dos prognósticos negativos o passeio mostrou-se muito agradável. Não sei se demos sorte ou se estávamos todos num dia de excelente humor. De qualquer forma nos divertimos muito. 
Ao lado do Mercado Público, no Largo da Alfândega, tem uma feirinha que vale a pena ser visitada. Além dos tradicionais produtos, frutas, verduras, queijos, salames etc, tem artigos de artesanato e também culinária. Tapioca, doces, pão com lingüiça e outras cositas mas para degustar. No artesanato, bordados, bonecas, esculturas, jogos e muitas outras opções. Não é uma feira muito grande, mas sempre tem algo bacana pra se ver/comprar.
Numa loja da Conselheiro Mafra a Liz comprou uma boneca que queria há tempo. Para tanto usou as economias que juntara durante o ano inteiro. Fiquei orgulhoso pela determinação e paciência que ela demonstrou ao esperar o porquinho encher completamente pra só então quebrá-lo a marteladas para gastar o seu conteúdo.
A Edy se satisfez comprando artigos para a manufatura de uma estante construída a base de cordas que ela pretende usar na sua nova sala de massagens no salão de beleza. Já que estávamos ao lado do mercado público já aproveitamos pra comprar salmão, lula e kani para o sushi que serviríamos a um casal de amigo que nos visitaria a noite. Pra Edy comprei um celular xing-ling, R$ 100,00, de 03 chipes pra ela poder usar nas comunicações do serviço dela.
Eu ganhei o meu presente de natal. Um caderno com capa de couro e refil removível. O presente ideal para alguém como eu que adora escrever.
Se você está sem programa pro sábado de manhã em Floripa, por que não se arriscar na feirinha do largo da alfandega? Eu fui e gostei.


Gostou do texto? Cadastre-se ali no topo à esquerda e receba posts no seu email. É grátis!

domingo, dezembro 09, 2012

Coisas de casal Nº 15

Esposa - Quanto rancor!

Marido - Não guardo rancor, anoto nomes.

Esposa - Ih! Vai faltar papel.


Gostou do texto? Cadastre-se ali no topo à esquerda e receba posts no seu email. É grátis!

terça-feira, dezembro 04, 2012

Salim Miguel na intimidade: Maktub


"Salim Miguel na intimidade: Maktub", o documentário longa-metragem de Zeca Pires sobre Salim Miguel, tem pré-estreia nesta sexta-feira, dia 07/12, às 10h00, no teatrinho DAC-UFSC, ao lado da igrejinha, com entrada franca.

Será a ocasião de compartilhar um momento de muita emoção e de prestigiar a presença dessas extraordinárias figuras humanas (e grandes intelectuais) que são Eglê Malheiros e Salim Miguel.

Agradeço de antemão a presença e o auxílio na divulgação do evento.


"Salim Miguel na intimidade: Maktub" - 2012, 80min.
direção: Zeca Nunes Pires
roteiro: Zeca Nunes Pires e Gustavo Moritz
consultoria literária: Luciana Rassier
pesquisa iconográfica: Luciana Rassier e Zeca Pires


Homenagem a Salim Miguel: 60 anos de literatura: Revista Litteris 2011
http://revistaliter.dominiotemporario.com/page_45.html
http://revistaliter.dominiotemporario.com/doc/SM_Litteris_-_apresentacao_dossier.pdf




Gostou do texto? Cadastre-se ali no topo à esquerda e receba posts no seu email. É grátis!

segunda-feira, dezembro 03, 2012

Indignação

No domingo de 04/11, eu e minha amiga Creuza estávamos atrasada para ir ao Catavídeo - Mostra de Vídeos Catarinenses e assistir a sessão das 19 horas de filmes, inclusive o JANTAR A DOIS era um deles. 
 
Estacionamos o veículo numa rua paralela à Rua Visconde de Ouro Preto, no centro de Florianópolis, local da mostra dos filmes.  Ao estacionar, logo fomos abordadas por um jovem perguntando se íamos ao teatro. O local referido pelo moço se tratava do Teatro Álvaro de Carvalho (TAC). O nosso destino era a Fundação Cultural do BADESC, onde estava acontecendo o Catavídeo e fica próximo do TAC. Como a entrada para ver os vídeos era gratuita, não sabíamos se ainda havia vaga no auditório do Catavídeo. O jovem disse que havia ainda lugar e cobrou cinco reais pelo serviço de cuidar do carro. Desejávamos pagar a metade com a intenção de vermos se ainda dava para participar do evento. No entanto, o moço já queria receber o pagamento. Infelizmente, todos sabem que se não paga, o veículo é pichado e sei lá o que mais pode acontecer.
 
Eu e a Creuza conseguimos entrar no auditório quando o primeiro filme estava terminando. Se não fosse a abordagem do rapaz, iríamos conseguir vê-lo desde o início da fita. O sentimento é de impotência diante da "cobrança" por um estacionamento gratuito, de insegurança e de revolta. Cobrança nada, foi uma extorsão! Quando voltamos até o carro, o jovem não estava "cuidando" do carro. Como fazemos para reclamar pelo serviço não realizado? Não é a primeira vez que pagamos pelo "estacionamento gratuito" e, infelizmente, isso acontece em qualquer lugar do Brasil.
 
Apresentei por e-mail a sugestão dos organizadores do Catavídeo de solicitar policiamento na área onde aconteceu o evento.
 
Após a exibição de todos os vídeos, L.S. Alves participou da conversa e troca de experiências com os participantes que trabalharam nos filmes exibidos no dia. Eu não participei, nem preciso explicar o motivo, não é mesmo?

domingo, dezembro 02, 2012

No trabalho Nº 16. Ninguém me entende.

Gravando na Rua do Principe. O transeunte pergunta:
- Voces sao da tv?
- Nao.
- Do radio?
- Nao. Nos somos do cinema.
- Ah! Pensei que voces iam filmar.


Gostou do texto? Cadastre-se ali no topo à esquerda e receba posts no seu email. É grátis!

domingo, novembro 25, 2012

Identidade no festival do minuto


Pessoal ai está o nosso trabalho já no site do festival do minuto. Só esperando ser visitado e votado. Conto com o apoio de vocês na divulgação do filme. Para que o público aumente e com isso tenhamos mais prazer e vontade de fazer filmes pra vocês.

Para ver o filme no site do festival clique aqui.



Gostou do texto? Cadastre-se ali no topo à esquerda e receba posts no seu email. É grátis!

quinta-feira, novembro 15, 2012

Identidade

Conforme havia comentado anteriormente eu estava participando das gravações de um curtíssima metragem para o festival do minuto. 
Gostaria de agradecer o empenho, boa vontade, paixão e doação das pessoas que participaram de alguma forma das gravações do curta do espelho. Aqui vai o meu agradecimento a Anna Carolina Martins Alho, Thayana Silva, Liz Comerlatto Alves, Edy Comerlatto, Ivan namorado da Thayana e também ao Artur da vidraçaria.
E pra cumprir a promessa feita neste post aqui agora trago o video para que vocês possam assistí-lo. 
Então divirtam-se.


Gostou do texto? Cadastre-se ali no topo à esquerda e receba posts no seu email. É grátis!

quarta-feira, novembro 14, 2012

Contatos - Kathleen Franco

Ontem fui ao centro no horário do almoço pra adiantar as compras do natal. Já que estava de bobeira por ali aproveitei pra visitar uma exposição de quadros no BRDE. O Espaço Cultural Governador Celso Ramos não é grande nem minúsculo, localizado à avenida Hercílio Luz, 617 no centro de Florianópolis tem um tamanho confortável para quem quer se arriscar a conferir as exposições que o lugar oferece.
A artista, Kathleen Franco, fez um trabalho rico em em cores, referencias e sensações. Colhendo inspiração em pinturas rupestres, buscando uma simplicidade perdida, tentando uma conexão com um sentido ancestral construiu telas que vão alem das duas dimensões. Usando papelão, tecidos e papel-machê para incluir uma terceira dimensções em suas obras. Construiu um trabalho que me agrada aos olhos e que eu gostaria de ter na parede da minha casa ou escritório.
Uma exposição interessante que vale a pena ser divulgada e visitada. Infelizmente hoje é o seu último dia na galeria do BRDE, mas algo me diz que em breve ouviremos falar dessa exposição em algum lugar no continente mais especificamente em São José.

Neste texto algumas imagens de obras expostas na galeria. Caso alguém queira adquirir um desses trabalhos da um toque ai nos comentários que eu passo o e-mail e telefone da artista.


 Gostou do texto? Cadastre-se ali no topo à esquerda e receba posts no seu email. É grátis!

segunda-feira, novembro 12, 2012

Indo trabalhar de bicicleta

Hoje foi meu primeiro dia indo de bicicleta para o trabalho. Fora de forma e a muito tempo sem pedalar posso dizer que a experiência não foi tão desgastante quanto eu imaginava. O percurso de 12650 metros foi transposto em 1h:15min. Quinze minutos a mais do que eu previra inicialmente, então este é o primeiro ponto a ser melhorado. Tenho que andar mais rápido. Hoje às 17h:00min começa a aventura de volta. Espero que transcorra sem incidentes.
O transito na grande Florianópolis segue o mesmo padrão de todas as grandes cidades do Brasil. Lento, engarrafado, caótico e hostil às bicicletas. Dentro do meu bairro e nos primeiros 2Km ainda há uma faixa pintada de vermelho no asfalto, a isso chamam ciclovia. Fora as tartarugas que não protegem de forma alguma, não há nada que ajude a garantir a segurança do ciclista. No trecho paralelo a BR-101 andei sobre as calçadas, já que a marginal é extremamente perigosa para aqueles que se locomovem por tração animal.
Até o momento tudo decorreu tranquilamente. Espero que continue assim por muito tempo. E se tudo der certo, carro agora? Só nos finais de semana.

Gostou do texto? Cadastre-se ali no topo à esquerda e receba posts no seu email. É grátis!

sábado, novembro 10, 2012

Esperar ou agir?

Existe uma hora pra esperar, outra pra fazer. Quem planta uma semente deve esperar. Enquanto espera, rega a terra, retirara o mato e aduba em volta da semente. Esperar não é ficar imóvel. É ocupar-se com as coisas necessárias para que os seus sonhos possam florescer.

Gostou do texto? Cadastre-se ali no topo à esquerda e receba posts no seu email. É grátis!

sexta-feira, novembro 02, 2012

JANTAR A DOIS no Catavídeo

Neste domingo, dia 04/11, às 19 horas, o curta-metragem JANTAR A DOIS será exibido no Catavídeo - Mostra de Vídeos Catarinenses, juntamente com os demais filmes inscritos no evento. O curtíssima-metragem NEGLIGÊNCIA, também de L.S. Alves, será mostrado no mesmo dia.
 
O Catavídeo está começando hoje e termina no dia 9 de novembro em Florianópolis. Todos os dias nas sessões das 17 horas e das 19 horas estão sendo exibidos filmes gratuitos ao público. O local da mostra é na Fundação Cultural BADESC, Rua Visconde de Ouro Preto, 216, no centro da cidade.
 
Além disso, o Catavídeo está dando quatro oficinas para quem se inscreveu e foi selecionado. Eu e o L.S. Alves nos inscrevemos para a oficina de produção, mas infelizmente não fomos selecionados. Não é desta vez que vamos aprender mais sobre como produzir um filme.
 
Então, esperamos vocês na exibição do JANTAR A DOIS neste domingo e anotem o endereço já mencionado. Não deixem de apreciar também os demais filmes ao longo dos dias do Catavídeo.
 
Saibam mais sobre o Catavídeo: http://www.catavideo.org/

quinta-feira, novembro 01, 2012

Gravando mais um curtissima metragem

Segunda-feira a correria foi total. Enlouquecendo não só a mim, mas toda a minha família e os envolvidos na gravação de mais um curtíssima metragem. A locação, gentilmente cedida pela MUNDIAL GLASS, a princípio estaria disponível das 18:00 as 22:00, porém algo ocorreu e o limite final passou pras 21:00. A diretora do filme, Ana Carolina Martins Alho, só conseguiu sair do trabalho as 18:00. Detalhe, o trabalho dela é na UFSC e o local de gravação é em Palhoça. A atriz, Thayana Silva, também ficou presa no trânsito. Enquanto elas não chegavam a Edy ia fazendo a maquiagem da Liz e preparando um buque com umas flores artificiais que peguei na loja de 1,99 perto de casa.
Quando conseguimos reunir todos e começamos a gravar já eram 20:00. Três takes pra cada cena e ainda teve uma que foi um só e pronto. Daí se imagina a correria e loucura que foi. A locação era uma vidraçaria. Foi escolhida pelos espelhos que ornavam as paredes. Tudo muito lindo de ver, mas na hora de abrir a câmera e posicioná-la, a porca torceu o rabo. Pra qualquer lugar que se apontasse a lente surgia o cinegrafista em campo. Posso dizer que fora o tempo essa foi a maior dificuldade do trabalho. O Artur, rapaz da vidraçaria, foi super atencioso e até aceitou participar do filme como personagem. Estouramos um pouco o horário, mas ele não reclamou. As 21:30 já estávamos em casa guardando o material.
No momento estou montando o filme. Tentando ao máximo seguir as orientações da diretora e se tudo der certo durante o final de semana faço a dublagem e faço o corte final do filme. Assim que o filme estiver pronto eu trago ele aqui pra vocês conferirem.



Gostou do texto? Cadastre-se ali no topo à esquerda e receba posts no seu email. É grátis!

terça-feira, outubro 30, 2012

Legenda em francês no Centro Europeu Joinville

Na tarde de sábado do dia 27/10, o curta-metragem JANTAR A DOIS foi mostrado para 17 pessoas como última programação da Festa Intercultural do Centro Europeu Joinville.
Antes da exibição do filme, pude participar de outras atividades do evento como conhecer os hábitos e experimentar os deliciosos pratos típicos de alguns países com idiomas em inglês, espanhol, francês, italiano e alemão. O Centro Europeu Joinville oferece cursos nesses idiomas e a festa oportunizou a prática da língua estrangeira, conhecimento das curiosidades sobre países e integração entre os professores e os participantes presentes no evento. Ainda assisti ao show de talentos de alguns alunos da instituição.
Como JANTAR A DOIS possui legendas, o idioma escolhido para a exibição foi o francês. Expliquei como foi a realização do filme e senti que o público presente gostou do resultado final do curta-metragem.
Público assistiu o curta-metragem com legenda em francês.
 Público registrado: 17 pessoas

segunda-feira, outubro 29, 2012

Mostra A Caverna 2012

Ontem compareci com a família a mostra A Caverna de filmes de animação. Foi a nossa primeira vez por lá, mas podemos dizer que foi um programa muito agradável para finalizar o domingo. A entrada franca, a sala de cinema do BADESC e a facilidade para estacionar o carro  são fatores que contribuem para que a experiência seja mais agradável e devem ter contribuído muito para a sala lotada. Pelas minhas contas o evento contou com um público de aproximadamente 60 pessoas.
Os filmes do domingo não estão concorrendo na mostra. Eram filmes nacionais e internacionais. O nosso grupo mostrou predileção pelas obras brasileiras, não por nacionalismo, mas porque essas foram as obras que mais nos fizeram sentir. Enfim foram os filmes que nos tocaram de alguma forma.
Recomendo àqueles que puderem que compareçam e desfrutem dessa oportunidade de lazer em Florianópolis. 
 
INFORMAÇÕES
O que: 6ª Mostra Latino-Americana de Animação A CAVERNA
Quando: 28, 29, 30 e 31 de outubro
Onde: Fundação Cultural BADESC
Horário: 19:00h

Gostou do texto? Cadastre-se ali no topo à esquerda e receba posts no seu email. É grátis!

sexta-feira, outubro 26, 2012

Exibição no Centro Europeu Joinville

Neste sábado, dia 27/10, às 15 horas, o curta-metragem JANTAR A DOIS será exibido no Centro Europeu Joinville durante a Festa Intercultural.

Além da exibição do filme, o evento vai contar com outras atividades como show de talentos e exposição interativa e degustação de lanches típicos. A festa começa às 13h30 e o ingresso é 1 kg de alimento não perecível ou um brinquedo em bom estado.

Saiba mais da Festa Intercultural: http://www.centroeuropeu.com.br/portal/joinville/agenda/festa-intercultural-no-centro-europeu-joinville/
 
O Centro Europeu Joinville fica na Rua Henrique Meyer, 280 – bairro Atiradores – Joinville/SC.

quarta-feira, outubro 24, 2012

No trabalho Nº 15. Bulling gay.


Funcionário 01 - Passei lá no shopping da tua cidade, só vi viado.

Funcionário 02 - Só passou na parte que tinha espelho hein!


Gostou do texto? Cadastre-se ali no topo à esquerda e receba posts no seu email. É grátis!

terça-feira, outubro 23, 2012

L.S. Alves no Catavídeo 2012

Boas notícias, de novo. Depois da mostra Cinevideo Joinville 2012. Fico feliz em poder levar o trabalho desses ultimos dois anos a um novo público. Agora no 14º Catavideo. Nos dias pretendo comparecer às exibições e encontrar vocês por lá. 

Serão apresentados os filmes:
Abaixo o linque para a programação completa:

Programação

Gostou do texto? Cadastre-se ali no topo à esquerda e receba posts no seu email. É grátis!

sexta-feira, outubro 19, 2012

Exibição na Mostra Cinevídeo 2012 em Joinville

O filme JANTAR A DOIS será exibido amanhã, dia 20/10, a partir das 20 horas, no Teatro SESC Joinville, como parte da programação da quarta edição da Mostra Cinevídeo Joinville. A entrada é gratuita.
 
Além de JANTAR A DOIS, também serão exibidos dois curtísssimas metragens de L.S. Alves: NEGLIGÊNCIA e PARALINGUAGEM.
 
A Mostra Cinevídeo começou hoje e termina neste domingo, dia 21/10. Entre as exibições de filmes de ficção e de documentários, a mostra conta com debate, oficina e fórum setorial de audiovisual.
 
Para saber mais sobre a mostra: http://mostracinevideo.com/
 
O Teatro SESC Joinville fica na Rua Itaiópolis, 470 - bairro América.

quinta-feira, outubro 11, 2012

L.S. Alves no festival Cinevideo Joinville 2012

 Boas notícias, três filmes selecionados para a mostra Cinevideo Joinville 2012. Fico feliz em poder levar o trabalho desses ultimos dois anos a um novo público. No sábado 20/10 pretendo comparecer às exibições e encontrar vocês por lá. 

Serão apresentados os filmes:
Abaixo a programação completa:

19 de outubro - sexta-feira
20 horas (Abertura):
“Mbyá Reko Pyguá, a luz das palavras”, de Kátia Klock e Cinthia Creatini da Rocha - 15 min
“Coração de Eli”, de Kátia Klock - 48 minutos
Após as sessões, haverá um debate com a diretora Kátia Klock
20 de outubro - sábado
Das 8 até 12  e das 14 até 18 horas:  oficina de roteiro “Dando forma ao filme”, com Rodrigo Falk Brum
As inscrições são gratuitas e poderão ser feitas no local do evento
20 horas: Exibição dos filmes de ficção
“Herói”, de Rafael Jardim - 3min30
“O relojoeiro”, de Rodrigo Amboni - 20 min
“Laura”, de Phil Rocha - 4min
“Negligência”, de L S Alves - 2 min
“Paralinguagem”, de L S Alves - 2 min
“Mulher Azul”, de Maria Emília Azevedo - 20 min
“O travesseiro de penas”, de Jefferson Bittencourt -  20 min
“Jantar a dois”, de L S Alves - 20 min
“Dicionário”, de Ricardo Weschenfelder - 14 min
21 de outubro - domingo
16 horas: Fórum Setorial de Audiovisual 2012
19 horas: Exibição dos documentários
“A costura do tempo”, de Kátia Klock - 40 min
“Retratos de uma juventude”, de Ebner Gonçalves - 20 min
“Risco” , de Carlos Urquizar  - 12 min
"Gerlach Cine Desterro”, de Tiaraju de Campos Verdi - 9 min
“Cidade”, de Juliano Nunes - 4 min
“Marcha das vadias”, de Ana Rita Mayer - 11 min
21 horas: Exibição das animações
“A atitude correta”, de Angélica Botini - 2 min
“A menina e o gatinho”, de Angélica Botini - 2 min
“Ponto 16”, de Angela Inigo de Oliveira - 2 min
“Os sustentáveis”, de Lisandro Santos - 2 min
“Caranga - Do outro lado do manguezal”, de Chicolam - 11 min
“Coração delator”, de Júlia Araújo e Nathália D'Emery - 10 min
“O guitarrista no telhado”, de Guto Bozzetti - 11 min

Todas as sessões ocorrem no Teatro do SESC e são gratuitas. 
Rua Itaiópolis, 470 - América, Joinville - SC, 89204-100 (47) 3441-3300

Gostou do texto? Cadastre-se ali no topo à esquerda e receba posts no seu email. É grátis!

terça-feira, outubro 09, 2012

CINEMA NOS CORREIOS - PEQUENOS DESENCONTROS


Endereço: Rua Romeu José Vieira, Nº 90
Bloco B
São José - SC

Gostou do texto? Cadastre-se ali no topo à esquerda e receba posts no seu email. É grátis!

terça-feira, outubro 02, 2012

CINEMA NOS CORREIOS - FOTOSSENSÍVEL

Endereço: Rua Romeu José Vieira, Nº 90
Bloco B
São José - SC


Gostou do texto? Cadastre-se ali no topo à esquerda e receba posts no seu email. É grátis!

segunda-feira, outubro 01, 2012

L.S. Alves no Funcine

Agora é oficial. No linque, clique aqui, consta a formalização da minha participação no conselho do Funcine. Agora é arregaçar as mangas e trabalhar pelo desenvolvimento do audiovisual no município de Florianópolis.

Gostou do texto? Cadastre-se ali no topo à esquerda e receba posts no seu email. É grátis!

domingo, setembro 30, 2012

Exibição na UFSC

Na sexta-feira do dia 21 de setembro, L.S. Alves esteve com a turma de pós-graduação em Literatura e Cinema da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) para mostrar o curta-metragem JANTAR A DOIS e falar sobre a experiência na produção do filme.
Luciana Rassier e Jean-José Mesguen fizeram voluntariamente a legenda em francês para o JANTAR A DOIS. Sendo professora de pós-graduação da UFSC, Luciana Rassier convidou L.S. Alves, roteirista e diretor de JANTAR A DOIS, para um bate-papo com a turma de Literatura e Cinema.
As 15 pessoas presentes demonstraram interesse pelo curta-metragem e participaram da conversa, sendo uma aula muito bem preparada.

Público registrado: 15 pessoas

terça-feira, setembro 11, 2012

terça-feira, setembro 04, 2012

CINEMA NOS CORREIOS - VIDA EM TRONCO


Endereço: Rua Romeu José Vieira, Nº 90
Bloco B
São José - SC


Gostou do texto? Cadastre-se ali no topo à esquerda e receba posts no seu email. É grátis!

segunda-feira, setembro 03, 2012

Mais filmes a caminho

O segundo semestre sempre me parece mais produtivo que o primeiro. O porquê eu não sei explicar. Talvez porque no Brasil as coisas só comecem depois do carnaval ou porque os capricornianos só funcionem mesmo depois de julho. O que sei é que não sou capaz de explicar o que se passa, só posso dizer que é assim.
Agora em setembro estou envolvido no desenvolvimento do documentário "Escrita livre", mesmo assim quero mais. A sede de trabalhar com o cinema/audiovisual me leva a criar um programa de treinamento em vídeo para ser usado na empresa em que trabalho. Este trabalho não me assusta, pois os recursos estão à mão e os envolvidos estão motivados. O que me assusta é o novo projeto que irei empreender e que não depende somente de mim. A ideia é produzir quatro curtas metragens, sendo que, cada um deles terá a duração máxima de um minuto. Pelos roteiros que tenho em mãos os custos de filmagem serão baixos, porém a necessidade de voluntários para trabalhar como atores é o que me preocupa. Unir tantas pessoas em torno de um objetivo comum e guiá-las em segurança é algo que me dá medo. E se eu não conseguir juntar todas as pessoas que o projeto precisa? E se eles vierem e depois abandonarem a empreitada? São muitas dúvidas, mas só saberei o que acontecerá depois que começar a trabalhar.
Apesar de todos os medos lançarei em breve o convite para os que moram na região de Florianópolis e que estejam interessados em participar deste projeto de produção e aprendizagem cinematografica. Mais que fazer filmes nós iremos exercitar os conhecimentos que temos e adquirir aqueles que nos faltam.
Se tudo der certo em breve teremos novidades.

Gostou do texto? Cadastre-se ali no topo à esquerda e receba posts no seu email. É grátis!

sábado, setembro 01, 2012

Pais e filhos Nº 11. Cinderella moderna

Mãe e filha no parque de diversões. No carrossel a pequena escolhe uma carruagem para se sentar. Antes da máquina começar a girar um lindo menino de uns sete anos de idade, loiro, branco de olhos azuis se aproxima da carruagem. A mãe da menina encantada com a beleza do garoto diz:

- Olha que lindo! Você é o príncipe e ela a cinderella.

- Não tia, ELA é o príncipe e eu a cinderella.


Gostou do texto? Cadastre-se ali no topo à esquerda e receba posts no seu email. É grátis!

quarta-feira, agosto 29, 2012

Visita à Penitenciária Industrial de Joinville

 Dia 22/08/12 visitamos a p0enitenciária industrial de Joinville. Após breve reunião com a produtora Liliane Pólvora, na qual a equipe, Ana Alho, Ana Von Hertwig e Rodrigo Ramos, foi apresentada a ela.
Chegamos à unidade prisional às 13h20min. No caminho me perdi duas vezes, reflexo do tempo enorme que não ando por aqueles lados da cidade. Após breve e agradável almoço no refeitório dos funcionários iniciamos os trabalhos. Fizemos o mesmo trajeto que eu tinha percorrido na visita anterior. Dessa vez encontramos mais profissionais durante a caminhada. Pudemos travar contato com a psicóloga, a terapeuta ocupacional, assistente social e também a nutricionista. Conforme andávamos pelo lugar o pessoal ia recolhendo informações sobre, luz, cor, sons, ruídos, pontos fortes e fracos. Esses dados servirão para o planejamento das futuras gravações do documentário.
Em um momento do passeio fomos introduzidos e apresentados a uma turma de detentos que estavam na aula de português. Estes alunos do ensino médio mostraram-se muito receptivos à proposta do documentário. Dessa forma lançamos a idéia entre eles e agora contamos com a divulgação boca-a-boca para que apareçam voluntários pras entrevistas.
Depois disso visitamos uma cela. Ali sim, o ambiente da prisão se fazia notar.  Na opressão e na criatividade que os detentos demonstram para solucionar os pequenos inconvenientes do dia-a-dia.
As 17h00min já cansados terminamos a visita e começamos o retorno pra casa.

São José, 27 de agosto de 2012.

Gostou do texto? Cadastre-se ali no topo à esquerda e receba posts no seu email. É grátis!

terça-feira, agosto 28, 2012

CINEMA NOS CORREIOS - MAKING OF


Endereço: Rua Romeu José Vieira, Nº 90
Bloco B
São José - SC

Gostou do texto? Cadastre-se ali no topo à esquerda e receba posts no seu email. É grátis!

terça-feira, agosto 21, 2012

CINEMA NOS CORREIOS - O FIO DA HISTÓRIA




Endereço: Rua Romeu José Vieira, Nº 90
Bloco B
São José - SC



Gostou do texto? Cadastre-se ali no topo à esquerda e receba posts no seu email. É grátis!

quinta-feira, agosto 09, 2012

Estranhas visitas

Depois de 12 horas fora de casa trabalhando e pendurando-se em coletivos lotados tudo o que ele desejava era um banho quente seguido de cerveja, comida e cama. Enquanto subia as escadas planejava o que iria pedir pro jantar. Nessas horas sentia falta de ter alguém em casa. Não alguém que o amasse, não exigia tanto da vida. Se conseguisse alguém que cozinhasse pra ele já se daria por satisfeito. Venceu o último lance de escadas, inseriu a chave e notou que a porta estava aberta. O medo disparou dentro dele. Por um momento hesitou, indeciso, entre fugir ou escancarar a porta. Foi o suficiente. Chamaram seu nome na escada. Virou-se pra olhar quem era. A porta abriu e várias mãos o puxaram pra dentro.
Debateu-se, tentou gritar. Levou um golpe no estômago com ele veio a dor e a mudez. Acenderam a luz da sala e três rostos desconhecidos surgiram pra ele. Uma voz fora do seu campo de visão pediu que ficasse calmo. Não iriam fazer-lhe mal algum.
- Vocês querem dinheiro? Eu não tenho nada em casa. Por favor, levem o quiserem, mas não me matem.
- Creio que o senhor está muito apavorado e não entendeu bem o que eu disse. Fique calmo e, por favor, responda minhas perguntas para que possamos terminar isso rapidamente. Entendeu? - continuou a voz sem rosto.
Houve um silêncio longo, tenso. Um dos invasores golpeou a boca do homem imobilizado e cobrou uma resposta.
- Idiota! - gritou o homem oculto enquanto chutava. - Não bata na cabeça dele. Não entendeu que precisamos do cérebro intacto? - depois de se acalmar lembrou de cuidar do seu  refém. - Sentem-no. Deixem que cuspa o sangue antes que se engasgue. Morto ele não serve pra nada.
Tossiu e botou pra fora o sangue. Balbuciou um vou cooperar e ficou a espera do interrogatório.
- Seu nome é Federico Zensieren?
- Sim.
- Trabalha no ministério da Cultura?
- Sim.
- Setor de curadoria do audiovisual do século XX?
- Sim. Mas como vo... - foi interrompido pela alegria do seu seqüestrador.
- Este é o nosso homem rapazes.
- O que eu fiz? O que vocês querem de mim?
- Simples meu caro. Você é responsável por analisar filmes. Para isso tem que assisti-los. Os que estão de acordo com a Constituição da República Evangélica do Brasil são liberados pra exibição, mas e os outros? O que acontece com os outros filmes?
- Ora! O que acontece com todo filme que ofende a moral cristã, é destruído conforme manda a lei.
- Mas para que isso ocorra, antes é necessário que alguém assista a obra inteira certo?
- Sim! Por quê? O que isso tem a ver comigo?
- Simples o que queremos é o seu cérebro. Nem tanto ele. Queremos suas lembranças. Melhor dizendo, queremos os filmes que você assistiu e depois destruiu.
- Isso é loucura!
- Loucura é queimar um filme. Loucos são vocês que querem limitar a mente humana. Rapazes vamos levá-lo. Com ele já garantimos a temporada desse ano. Ah, e cuidado com a cabeça.



Gostou do texto? Cadastre-se ali no topo à esquerda e receba posts no seu email. É grátis!

terça-feira, agosto 07, 2012

CINEMA NOS CORREIOS - BAR CANTO DO NOEL

Dando seguimento ao projeto Cinema nos Correios – Curta no Intervalo, convida para assistir ao curta metragem “Bar Canto do Noel", dia 08/08, no Auditório Amanagé, nos seguintes horários:

Das 9h00 às 09h15

Das 11h30 às 11h45

Das 12h15 às 12h30

Das 12h40 às 12h55

Das 17h20 às 17h35
Endereço: Rua Romeu José Vieira, Nº 90

Bloco B

São José - SC

Sinopse:
curta que documenta as atividades realizadas pelo Bar Canto do Noel todos os Sábados à tarde, na Travessa Ratclif, em Florianópolis.

Comentário do Diretor: o curta trata do reinicio das atividades já tradicionais na Travessa Ratclif em Florianópolis. Samba a céu aberto, feijoada no almoço de sábado e uma nova administração do bar Canto do Noel, que promete seguir com os eventos, superando seus impasses com os vizinhos e tomando força ao lado de outras atividades culturais realizadas no mesmo local. esse curta faz parte de um projeto maior, que pretende registrar como esse projeto evolui com o passar do tempo.

Ficha Técnica

Diretor: Fernanda do Canto
Produção: Fernanda do Canto
Som direto: Fernanda do Canto
Montagem: Fernanda do Canto
Trilha Sonora Original: Javier Di Benedictis
Tipo do Filme: Colorido
Formato de Captação: HD




Gostou do texto? Cadastre-se ali no topo à esquerda e receba posts no seu email. É grátis!

sexta-feira, agosto 03, 2012

Ecologia que não funciona

Acabo de receber na minha mesa, hoje 03/08/12, um calendário feito com material reciclado. Seria uma bonita iniciativa da empresa se o mesmo tivesse chegado há oito meses atrás. Ele demorou tanto pra chegar que agora já está pronto pra ser reciclado de novo.

Gostou do texto? Cadastre-se ali no topo à esquerda e receba posts no seu email. É grátis!

terça-feira, julho 31, 2012

Mais um passo rumo aos sonhos

Amanhã é dia de acontecimentos importantes. O SIMDEC vai entregar o cheque com os recursos pro filme e a tarde irei falar com o diretor do presídio industrial de Joinville. Espero que ele apóie o filme, caso contrário terei que procurar outra unidade prisional. O que nem é tão difícil, visto que SC tem presídios espalhados por todos os cantos. Escrevendo sobre isso não posso deixar de pensar que a quantidade de presos deveria ser um indicador de qualidade de vida ou de riqueza de um país.


De fato não tenho idéia do que vou encontrar neste novo trabalho. Gostaria de passar por isso sem sofrer influencia do ambiente, porém sei que isto é improvável, senão impossível. Apesar de não fazer muito sentido acredito que pessoas carregam ao redor de si energias emocionais. Negativas, positivas ou neutras elas andam por ai com suas cargas e às vezes essas energias são capazes de influenciar as pessoas a sua volta. Imagino então a quantidade de energia armazenada naquele lugar e como isso me afetará ou não.

Apesar de já trabalhar neste filme desde janeiro é amanhã que as coisas começam pra valer. Amanhã é o dia. O início de uma nova jornada. Aonde ela me levará? A algum lugar perto dos meus sonhos.

Balneário Barra do Sul, 15 de julho de 2012.


Gostou do texto? Cadastre-se ali no topo à esquerda e receba posts no seu email. É grátis!

segunda-feira, julho 23, 2012

Filme "Heleno" nos correios

Nesta terça-feira (24/7), a DR/SC orgulhosamente apresenta o filme HELENO, uma produção cinematográfica com patrocínio dos Correios.


"Heleno", do diretor José Henrique Fonseca, traz Rodrigo Santoro no papel principal, no qual ele interpreta o controvertido craque de futebol do Botafogo, Heleno de Freitas, que se tornou uma lenda por sua presença nos gramados nos anos 40 e por sua conturbada vida fora dos campos.

Algumas curiosidades sobre o filme:

Baseado no livro “Nunca Houve um Homem como Heleno”, de Marcos Eduardo Novaes, o longa-metragem teve orçamento estimado em R$ 8,5 milhões.

As filmagens começaram no primeiro semestre de 2010, sendo que algumas cenas de jogo foram realizadas no estádio São Januário, sede do clube Vasco da Gama, no Rio de Janeiro.

Rodrigo Santoro, protagonista do filme, perdeu 12 kg para interpretar Heleno na fase final de sua vida e ganhou o prêmio de melhor ator no Festival de Cinema Latino-americano de Havana (Cuba), em 2011.

Você, seus amigos e parentes poderão assisti-lo gratuitamente no Auditório do COA!

QUANDO: 24/07 (Terça-feira)

ONDE: Rua Romeu José Vieira, Nº 90


Bloco B

São José - SC
 
Auditório Amanajé

HORÁRIO: 16h40

DURAÇÃO: 116 minutos

CENSURA: 14 anos

Será respeitada a capacidade de lotação do auditório (220 pessoas sentadas)



Gostou do texto? Cadastre-se ali no topo à esquerda e receba posts no seu email. É grátis!

terça-feira, julho 10, 2012

CINEMA NOS CORREIOS - ENTRELINHAS

Dando seguimento ao projeto Cinema nos Correios – Curta no Intervalo, convida para assistir ao curta metragem “Entrelinhas", dia 11/07, no Auditório Amanagé, nos seguintes horários:

Das 9h00 às 09h15

Das 11h30 às 11h45

Das 12h15 às 12h30

Das 12h40 às 12h55

Das 17h20 às 17h35


A relação da equipe de filmagem com pacientes do Hospital de Custódia na penitenciária estadual de Santa Catarina / Brasil. Como dispositivo, a atenção flutuante. Como investigação, as relações do inconsciente.
Ficha técnica
R: Letícia Cardoso, Pedro MC / DF: Letícia Cardoso, Pedro MC / DA: Letícia Cardoso, Pedro MC / M: Yannet Briggiler / SD: Letícia Cardoso, Pedro MC / P: Pedro MC / PE: Letícia Cardoso


Gostou do texto? Cadastre-se ali no topo à esquerda e receba posts no seu email. É grátis!

domingo, julho 08, 2012

Maquiagem para a Branca de neve

 Hoje foi dia de fazer pesquisas na internet sobre sobre maquiagem e produtos afins. A Edy ficou encarregada de pesquisar, adquirir e aplicar a maquiagem do filme. Quem deu uma grande força foi o blogue Prazeres e Confusões que trouxe um tutorial muito bacana sobre como fazer uma maquiagem de Branca de Neve. Depois de navegar muitas horas procurando preços e produtos foi decidido o equipamento mínimo para a maquiagem que será usada no filme. E a noite compramos os produtos no shopping aqui perto de casa. O bom é que todo o equipamento poderá ser aproveitado pela minha esposa, o que ajuda a diminuir a dor causada pelo investimento feito para um filme de um minuto.
Enquanto eu digito aqui as duas estão fazendo os primeiros testes no equipamento. Agora vou esperar pra poder adicionar a foto final e poder fazer o antes e depois.


Gostou do texto? Cadastre-se ali no topo à esquerda e receba posts no seu email. É grátis!

sexta-feira, julho 06, 2012

Novo filme em produção

Nessas férias pretendo terminar mais um curtíssima metragem. Hoje foi o dia de fazermos o teste de figurino com a atriz principal.  O filme vai tratar sobre literatura  e sonhos e conta com a colaboração especial da escritora Roberta Fraga que nos cedeu o argumento. Conforme o projeto for andando colocarei vocês a par sobre trabalho.

Gostou do texto? Cadastre-se ali no topo à esquerda e receba posts no seu email. É grátis!

quinta-feira, julho 05, 2012

Férias tempo de aprender a pregar botões

Tempo de férias é tempo de colocar as coisas em dia e também de aprender aquilo que você não conseguiu durante os meses anteriores. No meu caso hoje foi dia de aprender a pregar botões. Sim confesso eu nunca aprendi esse mínimo de conhecimento de sobrevivência. Mas agora a minha esposa já sanou essa falha. Depois do almoço ela me ensinou a pregar os botões que eu estava precisando há meses. O negócio nem é tão difícil assim. Só furei o polegar esquerdo até sangrar, mas nada que me deixe incapaz pro resto da vida. Tudo bem que o serviço de 15 minutos eu levei meia hora pra fazer e quase tive um colapso nervoso, mas no final o resultado até que foi bem aceitável.
Como eu não posso emprestar a minha esposa pra ensinar como pregar botões segue ai um tutorial que retirei do youtube e que é bem bacana pra quem tá iniciando na arte da sobrevivência..

Gostou do texto? Cadastre-se ali no topo à esquerda e receba posts no seu email. É grátis!

terça-feira, junho 26, 2012

CINEMA NOS CORREIOS - ILHA DAS FLORES


Dando seguimento ao projeto Cinema nos Correios – Curta no Intervalo, convida para assistir ao curta metragem “Ilha das flores", dia 27/06, no Auditório Amanagé, nos seguintes horários:

Das 9h00 às 09h15

Das 11h30 às 11h45

Das 12h15 às 12h30

Das 12h40 às 12h55

Das 17h20 às 17h35

Direção: Jorge Furtado


Um tomate é plantado, colhido, transportado e vendido num supermercado, mas apodrece e acaba no lixo. Acaba? Não. ILHA DAS FLORES segue-o até seu verdadeiro final, entre animais, lixo, mulheres e crianças. E então fica clara a diferença que existe entre tomates, porcos e seres humanos. 


Ficha Técnica
Direção: Jorge Furtado
Roteiro: Jorge Furtado
Assistente de Direção: Ana Luiza Azevedo
Elenco: NARRAÇÃO: Paulo José ELENCO: Ciça Reckziegel, Douglas Trainini,Júlia Barth, Igor Costa, IreneSchmidt, Gozei Kitajima, TakehiroSuzuki, Luciane Azevedo, Antônioda Silva, Marcos Crespo
Empresa(s) Co-produtora(s): Casa de Cinema de Porto Alegre
Produção Executiva: Monica Schmiedt, Giba Assis Brasil, Nora Goulart
Direção de Produção: Nora Goulart
Direção Fotografia: Roberto Henkin (locações) e SérgioAmon (estúdio)
Fotografia de Cena: Não
Direção de Arte: Fiapo Barth
Figurino: Viviane Gil
Trilha Musical: Não
Trilha Original: Não



Gostou do texto? Cadastre-se ali no topo à esquerda e receba posts no seu email. É grátis!

domingo, junho 24, 2012

Naufrágios

Pequenos furos afundam grandes navios. 

Será que você sabe tapar os pequenos buracos ou só está piorando as coisas ignorando a água que já chega aos joelhos? 
De qualquer forma, o melhor a fazer é glub, glub, glub...

Gostou do texto? Cadastre-se ali no topo à esquerda e receba posts no seu email. É grátis!

quinta-feira, junho 21, 2012

Lançamento do livro de Salim Miguel

Lançamento do livro de Salim Miguel
Fantasia e (é) realidade
ou
Treze textos surreais
com ilustrações de Tércio da Gama

Sexta-feira dia 22/06/2012
às 19h00
Espaço Cultural Governador Celso Ramos - BRDE
Av. Hercílio Luz, 617




Gostou do texto? Cadastre-se ali no topo à esquerda e receba posts no seu email. É grátis!

terça-feira, junho 19, 2012

CINEMA NOS CORREIOS - O SENHOR E A SENHORA MARTINS

Dando seguimento ao projeto Cinema nos Correios – Curta no Intervalo, convida para assistir ao curta metragem “O Senhor e a Senhora Martins", dia 20/06, no Auditório Amanagé, nos seguintes horários:

Das 9h00 às 09h15

Das 11h30 às 11h45

Das 12h15 às 12h30

Das 12h40 às 12h55

Das 17h20 às 17h35

Direção: Laine Milan

Elenco: Araci Esteves, Homero Kossac, Carlos Zoéga, Joana Felício, Raul Ferreira

A sra. Martins abre os olhos, fita o teto. Olha para o lado. Ele não está. Levanta-se. A chuva fina, lá fora, sugere um mundo que se encolhe. Exatamente como ela. Mas chega o domingo. Dia de voltar ao cemitério e reencontrar o Sr. Martins. Conversar e, quem sabe, dar um fim a esta estranha situação.
Um filme que fala de amor e apego e de como velhos hábitos são difíceis de largar. Acompanhar a rotina da senhora Martins ao mesmo tempo em que tentamos descobrir o que se esconde por tras de seus estranhos hábitos é uma deliciosa viagem no amor romântico que parece ter desaparecido do mundo nos dias atuais. 

Roteiro: Marcelo Esteves

Produção Executiva: Carlos Wagner Messerlian La-Bella

Direção de Produção: Marialda Scarton

Montagem: Érico Milan e Laine Milan

Direção de Arte: Maria Emília Aguiar

Direção de Fotografia: Charles Cesconetto

Classificação Indicativa: 12 anos


Gostou do texto? Cadastre-se ali no topo à esquerda e receba posts no seu email. É grátis!

terça-feira, junho 12, 2012

CINEMA NOS CORREIOS - SE EU MORRESSE AMANHÃ

Dando seguimento ao projeto Cinema nos Correios – Curta no Intervalo, convida para assistir ao curta metragem “Se eu morresse amanhã", dia 13/06, no Auditório Amanagé, nos seguintes horários:

Das 9h00 às 09h15

Das 11h30 às 11h45

Das 12h15 às 12h30

Das 12h40 às 12h55

Das 17h20 às 17h35
O Homem é um pacato bibliotecário que possui uma estranha obsessão: visitar enterros e se fazer passar por conhecido dos mortos. Até que conhece Marta, uma pesquisadora de literatura, com os mesmos interesses mórbidos. A aproximação entre os dois pode mudar as suas vidas.

Endereço: Rua Romeu José Vieira, Nº 90

Bloco B

São José - SC


Gostou do texto? Cadastre-se ali no topo à esquerda e receba posts no seu email. É grátis!

domingo, junho 10, 2012

Exibição em Palhoça

Terça-feira tivemos uma exibição para alguns amigos do bairro onde moro. Público de 14 pessoas e depois teve um bate papo regado a chope e risadas, mais informal que isso só assistindo o filme em casa. Na foto minha filha e uma grande amiga, Isabela Cunha.

Público registrado: 14 pessoas

terça-feira, junho 05, 2012

CINEMA NOS CORREIOS - SEREIA

Dando seguimento ao projeto Cinema nos Correios – Curta no Intervalo, convida para assistir ao curta metragem “Sereia", dia 06/06, no Auditório Amanagé, nos seguintes horários:

Das 9h00 às 09h15

Das 11h30 às 11h45
 
Das 12h15 às 12h30

Das 12h40 às 12h55

Das 17h20 às 17h35
 
Simão, pescador solitário, vive em um pequeno penhasco num cenário isolado pela alta das marés. Sua rotina monótona se transforma com a chegada de uma misteriosa mulher. A partir desse momento, a frágil linha que separa vigília e universo dos sonhos se desfaz.
Informações sobre os diretores:
Rodrigo Amboni

Endereço: Rua Romeu José Vieira, Nº 90

Bloco B

São José - SC

 

Gostou do texto? Cadastre-se ali no topo à esquerda e receba posts no seu email. É grátis!

Toque em frente e faça a sua parte

E as boas notícias chegam para aqueles que batalham e às vezes para aqueles que tem sorte e teimosia. Apesar de não estar cursando matéria alguma na UFSC neste primeiro semestre isso não significa que eu tenha abandonado meus estudos de cinema. Além de ter formatado diversos projetos de filmes, me inscrevi em cursos e workshops que surgiram aqui em Florianópolis. Teve casos em que não consegui ir por causa de horários que não condiziam com a vida de um trabalhador comum. Queira ou não o audiovisual ainda é pensado como área de universitário ou de quem tem o dia inteiro livre pra se submeter aos cronogramas dos cursos.
O importante é que consegui ser aceito em dois cursos que eu queria muito participar. O primeiro é a Oficina sobre curadoria que é ofertada pela Cinemateca Catarinense em comemoração ao seu aniversário de 26 anos. Nesta conseguirei conhecimentos que poderei aplicar diretamente no meu dia a dia no projeto Curta no Intervalo que é mantido pelos Correios de Santa Catarina.
E a grande vitória foi a seleção para a Oficina "A criação Transmídia", pois tudo estava contra mim. Meu curriculum, o fato de não trabalhar em uma empresa do audiovisual, a confirmação de ter sido rejeitado na lista dos escolhidos e de nem ao menos ter sido inscrito na lista dos suplentes. Mesmo sabendo que não tinha chance alguma eu banquei o teimoso, fui lá e tentei. E Consegui.
Amanhã começa a oficina de curadoria. E dia 16 a de Transmídia. 
Se estou feliz? Muito.
E se por algum acaso alguém disser que você não tem chance alguma faça como eu. Toque em frente e faça a sua parte.



Gostou do texto? Cadastre-se ali no topo à esquerda e receba posts no seu email. É grátis!

terça-feira, maio 29, 2012

CINEMA NOS CORREIOS - UM VENTO NOSTÁLGICO


Dando seguimento ao projeto Cinema nos Correios – Curta no Intervalo, convida para assistir ao curta metragem “Um vento nostálgico", dia 30/05, no Auditório Amanagé, nos seguintes horários:


Das 9h00 às 09h15

Das 11h30 às 11h45

Das 12h15 às 12h30

Das 12h40 às 12h55

Das 17h20 às 17h35


Veterano da Segunda Guerra entra em conflito com seus vizinhos ao praticar todos os dias um curioso ritual de homenagem aos companheiros mortos em combate.

Endereço: Rua Romeu José Vieira, Nº 90
Bloco B
São José - SC


Gostou do texto? Cadastre-se ali no topo à esquerda e receba posts no seu email. É grátis!

segunda-feira, maio 28, 2012

Legenda para produções nacionais

Mesmo com o uso dos aparelhos auditivos, tenho dificuldade de ouvir rádio, televisão e cinema. Por isso, aplaudo a iniciativa do Ministério Público Federal em São Paulo de solicitar que os filmes nacionais possuam legenda em português para atender os portadores de deficiência auditiva.

Como sou deficiente auditiva, a nossa equipe não deixou de colocar legenda em português no curta-metragem JANTAR A DOIS, além do francês, inglês e espanhol. Era nosso dever em dar oportunidade aos deficientes auditivos para verem e entenderem o filme.

A proposta do Ministério Público é as legendas serem obrigatórias para obras nacionais patrocinadas com dinheiro público. Convido a ler a matéria virtual do jornal Folha de S.Paulo de 17/02/2012, escrita por Anna Virginia Balloussier, onde soube dessa iniciativa do Ministério Público: http://www1.folha.uol.com.br/ilustrada/1049760-ministerio-publico-pede-legendas-em-filmes-nacionais.shtml

Espero que essa proposta seja aceita e colocada em prática o mais breve possível.

sexta-feira, maio 25, 2012

Além das palavras

Enfim boas novas chegam por estas bandas. Hoje a noite começo no curso básico de libras que o SESI está oferecendo aqui em Florianópolis. Creio que seja o "básico" mesmo, pois são 10 aulas de duas horas cada uma. Mesmo assim é válido, pois esse sempre foi um conhecimento que eu gostaria de adquirir e nunca tive uma oportunidade que nem essa.
Então daqui a algumas semanas poderei extrapolar a comunicação verbal. Resumindo, hora de realizar sonhos e cruzar fronteiras.

Gostou do texto? Cadastre-se ali no topo à esquerda e receba posts no seu email. É grátis!

terça-feira, maio 22, 2012

CINEMA NOS CORREIOS - VIM DIZER QUE ESTOU INDO e O UNIVERSO BUCÓLICO DE FRANKLIN CASCAES afugentado

Dando seguimento ao projeto Cinema nos Correios – Curta no Intervalo, convida para assistir aos curtas metragens “Vim dizer que estou indo" e "O Universo Bucólico de Franklin Cascaes - A procura do Boitáta afugentado", dia 23/05, no Auditório Amanagé, nos seguintes horários:


Das 9h00 às 09h15

Das 11h30 às 11h45

Das 12h15 às 12h30

Das 12h40 às 12h55

Das 17h20 às 17h35

 "O Universo Bucólico de Franklin Cascaes - A procura do Boitáta afugentado" é um documentário que mostra as obras em papel de Franklin Cascaes, as quais nos apresentam causos, contos e lendas do povo da Ilha de Santa Catarina, junto às vozes do narrador, ao som de música e de contadores de história. Essas histórias estão registradas, nas obras do historiador, pesquisador, ecólogo, artista e folclorista Franklin Cascaes, por meio de desenhos, objetos e escritos, que formam o significativo patrimônio cultural, recolhido por ele ao longo de sua vida.

“Vim dizer que estou indo" é uma animação livremente inspirada no conto de Julio Cortazar "El aplastamiento de las gotas". Animação Yannet Briggiler, montagem Rodrigo Amboni. Uma produção da O Mago Realizações.

Endereço: Rua Romeu José Vieira, Nº 90
Bloco B
São José - SC

Gostou do texto? Cadastre-se ali no topo à esquerda e receba posts no seu email. É grátis!

quarta-feira, maio 16, 2012

CINEMA NOS CORREIOS - ILHA

Dando seguimento ao projeto Cinema nos Correios – Curta no Intervalo, convida para assistir ao curta metragem “Ilha", dia 16/05, no Auditório Amanagé, nos seguintes horários:

Das 9h00 às 09h15

Das 11h30 às 11h45

Das 12h15 às 12h30

Das 12h40 às 12h55

Das 17h20 às 17h35

No filme, com roteiro de Tabajara Ruas, Pires trabalha a relação de um pai  que abandona esposa e filha. Com uma impecável fotografia, o curta recebeu diversos prêmios por Festivais nacionais de cinema.  O privilegiado cenário natural catarinense escolhido pelo diretor Zeca Pires foi um fator que colaborou muito na excelência do trabalho realizado por Antônio Luiz. As filmagens do curta "Ilha foram realizadas nos municípios de Florianópolis, Urubici e Angelina. Urubici entra para o cinema com a exuberante Serra do Corvo Branco e o Morro da Igreja (ponto mais alto do Sul do Brasil com seus 1830 metros de altitude). O convento das Irmãs Franciscanas de Angelina foi transformado no Hospital Santa Catarina. 

SINOPSE


Mariana é uma advogada bem sucedida nascida na Ilha de Santa Catarina. Depois de quase 25 anos sem ver seu pai, recebe uma carta de um homem velho, internado num hospital da região serrana de Santa Catarina, com a saúde bastante debilitada, que diz ser seu pai.

ELENCO

No "Ilha", Zeca conta novamente com o seu parceiro de vários filmes, Waldir Brasil, falecido em 2006. Além disso, tem Leona Cavalli, que depois se tornaria a musa do cinema nacional. Além da excelente atuação da menina Julia Heiss no papel de Mariana quando criança. No curta as irmãs Carmem e Ivana Fossari são enfermeiras no Hospital. A elogiada trilha sonora é de Jorge Coelho.


Endereço: Rua Romeu José Vieira, Nº 90
Bloco B
São José - SC

Gostou do texto? Cadastre-se ali no topo à esquerda e receba posts no seu email. É grátis!

terça-feira, maio 08, 2012

CINEMA NOS CORREIOS - QUEM DISSE QUE EU TÔ INDO PRA CASA?

Dando seguimento ao projeto Cinema nos Correios – Curta no Intervalo, convida para assistir ao curta metragem “Quem disse que eu tô indo pra casa?", dia 09/05, no Auditório Amanagé, nos seguintes horários:


Das 9h00 às 09h15

Das 11h30 às 11h45

Das 12h15 às 12h30

Das 12h40 às 12h55

Das 17h20 às 17h35

Toco, um garoto de uma comunidade carente da grande Florianópolis, convence seu vizinho Cabelinho a fugir de casa para tentar a vida no centro da cidade. No caminho, ele conhece Passarela, uma garota de programas por quem se apaixona. Passarela e Cabelinho têm um papel fundamental na decisão de Toco em relação ao seu futuro.

Endereço: Rua Romeu José Vieira, Nº 90
Bloco B
São José - SC



Gostou do texto? Cadastre-se ali no topo à esquerda e receba posts no seu email. É grátis!

segunda-feira, maio 07, 2012

Sonhos Nº 16. Homicídio à francesa

Sonhei que estava numa sala de jantar com uma mesa enorme. Ali estava sentado um senhor. Em algum momento ele pede pra tomar o seu remédio. Eu mais alguém colocamos em sua boca uma pílula e algo que parece uma jujuba. Possivelmente a jujuba era veneno. O homem morre. Eu e um casal que eram meus cúmplices fugimos da mansão.
Na estrada, nossa rota de fuga , à direita, estava engarrafada. Podia ser um acidente mas, também podia ser a polícia em busca dos assassinos. Saímos à esquerda em um minicooper com teto solar.
No caminho, lindas paisagens. Campos verdes com lagoas e pequenos bosques. Coloquei o tronco pra fora do teto solar. Do lado direito um monte coberto de grama verde. Nele havia vários aviões multicoloridos em miniatura. Deveriam ter entre um e um metro e vinte de envergadura. Cada um era fixado no solo por uma fina haste. Espalhados sobre o monte formavam um lindo jardim. A beleza embargou minha garganta. Lágrimas vieram aos olhos.
Depois disso chegamos a uma fazenda. A sede ficava no meio da subida do morro. No sopé havia dois troncos caídos um sobre o outro. Ali no meio estava o nosso chefe. Um coelho branco e gordo. Estava bravo conosco. Acho que tínhamos feito algo errado em relação ao assassinato. Quando ia começar a brigar conosco um dos troncos deslizou e matou-o.

Fim


Gostou do texto? Cadastre-se ali no topo à esquerda e receba posts no seu email. É grátis!

sábado, maio 05, 2012

Curitibanos

 Esta semana estive de novo com o pé na estrada. A trabalho fui conhecer Curitibanos e aproveitei pra dar um passeio em Frei Rogério. Dia lindo pra pegar a estrada. No caminho cheguei a conclusão que o que mata as pessoas em SC não é tanto a condição das estradas. A culpa maior é da imprudência mesmo. Não faltaram flagrantes de ultrapassagens indevidas e excesso de velocidade.
Curitibanos é maior do que eu pensava e a impressão que eu tive da cidade não chega a ser ruim. Porém em todos os lugares notamos que as pessoas que trabalham com vendas não tem a minima ideia do que estão fazendo. Pra exemplificar segue um diálogo que presenciei na pizzaria:

Garçon - Skol?
Cliente - Tem 360?
Garçon - Só 600ml.
Cliente - ...

Depois descobrimos que o lugar tinha chope artesanal de Treze Tílias. Duas opções claro ou escuro. Perguntamos se o escuro era adocicado. O garçom não sabia. Foi perguntar. Esperamos. Voltou com a seguinte resposta, só sei que é escuro.
Depois disso acredito que o melhor a fazer por lá é investir em preparação/educação profissional. O lugar precisa mesmo

As paisagens são bonitas. Muitas fazendas, araucárias, gado e milho. Pra quem gosta de campo e de passar frio o lugar é perfeito. Quem mora lá não precisa de desculpa pra abrir uma garrafa de vinho.


E sou só eu ou tem algo estranho na tipografia desta placa?

Gostou do texto? Cadastre-se ali no topo à esquerda e receba posts no seu email. É grátis!