terça-feira, julho 01, 2008

Sonhos. Nº 07

Hoje sonhei que viajava até a Amazônia para regatar/buscar uma menina. Meu pai estava ao meu lado. Estamos numa casa de madeira, em pé na cozinha e a menina corre por toda a casa. Ela tem cabelos escuros e cacheados. Apresenta-se alegre e saudável. Como todas as crianças em meus sonhos ela se parece muito com a minha filha, mas ela não é minha filha.
Deixamos a criança e saímos da casa pra caminhar pelo quintal. Cruzamos a cerca e chegamos a um campo cultivado com flores pequenas e simples. Elas são de uma coloração de tons bege e marrom. A iluminação e a própria paisagem lembra uma pintura de calendário. De fato sinto como se tivesse sido incluído dentro de uma pintura. As flores se espalham em todas as direções. Espalhadas ao longo da estrada vemos algumas casas aqui e ali, entretanto nada muito aglomerado.
Não sei por que de repente chegamos à conclusão de que aquele lugar era a Venezuela.
Continuamos caminhando até encontrarmos uma velha, magra, enrugada, de vestido, avental e lenço na cabeça. Ela está à beira da estrada e grita algo para nós. Nesse momento surge o som de um caminhão que obstrui qualquer tentativa de diálogo. Quando o veículo vai embora posso ouvir o que ela diz:
- ¿Dónde es la Iglesia?
Simplesmente aponto meu braço na direção correta e acordo.

14 comentários:

  1. Luiz vim retribuir a gentil visita, a qualidade de seus textos nem se compara com as sandices que escrevo...
    Enfim...Muito prazer, voltarei mais vezes.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Tânia seja sempre bem vinda e conto com sua presença por aqui.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  3. Teu post me inspirou a também escrever um sobre sonhos. Esse é um dos lados positivos da internet, a inspiração é contagiosa e instantânea.

    1 abraço.

    ResponderExcluir
  4. Jefferson mhoje a internet é a minha principal fonte de pesquisas e às vezes de inspiração também.
    Um abraço e estou aguardando o resultado dessa inspiração.

    ResponderExcluir
  5. Hola, guapo!
    Será um prazer ter posts meus aqui na sua casa! Sinta-se a vontade!
    =)

    Besos, besos!

    ResponderExcluir
  6. Enxaqueca obrigado. Eu posto o texto aqui amanhã.
    Besos.

    ResponderExcluir
  7. Já está no blog, me arrisquei a poetizar um pouquito.

    1 abraço.

    ResponderExcluir
  8. Sonhos são mesmo mistérios inspiradores. Esse seu me pareceu cena de um filme. De um belo filme. E o poema do Jeff é lindo.
    Beijo!!!!!!! :)

    ResponderExcluir
  9. Acordou bem? Então foi bom...

    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Eu hoje tive um sonho muito esquisito!

    ResponderExcluir
  11. Dai se tem uma coisa que eu não me estresso muito é com os meus sonhos. Se sonho tudo bem, se não me lembro dos sonhos tudo bem também. Mas de vez em quando gosto de guardá-los no papel e depois compartilha-los com vocês.
    Beijos moça. Depois eu vou espiar o trabalho do Jefferson.

    ResponderExcluir
  12. Jeffeson já vou passar lá pra conferir.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  13. SAM eu acordei bem sim.
    Obrigado e beijos pra você.

    ResponderExcluir
  14. Andréia aproveita e conta pra nós.
    Beijos.

    ResponderExcluir

Se você se deu ao trabalho de escrever então nós iremos responder.