quarta-feira, abril 06, 2011

Concurso - Prêmio: livro "Uma história de Grande Porte"

Os leitores deste blogue conheceram um pouco do que se trata o livro “Uma história de Grande Porte”, de Roberta Fraga, por meio da resenha do L.S. Alves e da entrevista feita com a autora. Que tal ganhar o livro em questão? Julgamos ser importante que a leitura seja compartilhada por todos. Por isso estamos oferecendo o nosso primeiro concurso tendo como prêmio o livro da Roberta Fraga.

Se tem filhos, sobrinhos, crianças em sua volta ou você, adulto, gosta de ler literatura infantil, participe do concurso. Ganhando o livro, leia junto com os pequenos. É um ótimo momento para ouvir o que eles vão falar e dar as orientações necessárias. Como participar? Escrevendo uma frase sobre criança no espaço destinado ao comentário deste post. Informe também o seu email no comentário para que possamos solicitar o seu endereço a fim de enviar o livro.

O prazo para concorrer é até o dia 4 de maio e anunciaremos o ganhador no dia 9 de maio. Participe!

Gostou do texto? Cadastre-se ali no topo à esquerda e receba posts no seu email. É grátis!

19 comentários:

  1. Vou dá uma maozinha pra sorte! Quem sabe eu ganho né!!!!!?

    marcileneleao@hotmail.com

    ResponderExcluir
  2. Olá, Marcy! Para concorrer, não se esqueça de que você precisa escrever uma frase sobre criança. Boa sorte!

    ResponderExcluir
  3. Opa, isso para mim é novidade! Obrigada pela atenção.
    Ontem, na Livraria Cultura em Brasília, participamos de um evento,Eu, Juliana Lopes (psicóloga) e Ivana Gomes (pedagoga), conversando um pouco sobre as formas de manifestação da depressão infantil e as abordagens necessárias.
    Vou traçar em rápidas palavras, algumas observações que eu julgo interessante:
    - a presença e observação dos pais e professores é fundamental. Às vezes, por ter um aspecto de apatia ou quietude a criança passa por "comportada" e com isso o problema acaba passando batido nos momentos iniciais;
    - outro ponto é não confrontar a criança com o tema da depressão, até porque o diagnóstico é feito pelo profissional, mas se aproximar e conhecer o mundo dela;
    - o livro sugere um tema, é uma abordagem minha para o tema. Provavelmente a criança não verá e compreenderá isso como tema principal e se não compreender está tudo bem. Que ela se aproprie da história da melhor forma possível e que os pais apenas fiquem atentos e posso ler com elas ou para elas;
    - O ponto mais importante que evita uma situação de depressão é deixar as crianças serem elas mesmas e curtirem a sua idade. Evitar remédios e aguentar (com paciência) a bagunça porque, afinal, guardadas as devidas proporções, ela é um sinal de que está indo tudo bem.

    ResponderExcluir
  4. Roberta, muito obrigada por compartilhar aqui mais lições sobre a manifestação da depressão infantil. É muito bom saber que você está participando de eventos que tratem do tema. Abordar os problemas e buscar alternativas para solucioná-los jamais devem ser deixados de lado.

    Além da depressão, outro tema está sendo falado bastante, principalmente na mídia, é o bullying. E infelizmente hoje tivemos a triste notícia de um jovem de apenas 23 ou 24 anos de idade matar crianças e adolescentes na escola e depois se suicidar. Não quero misturar os assuntos, mas digo uma coisa: as crianças precisam muito de atenção, sem mimá-las, para que se tornem adultos bons e tranquilos.

    ResponderExcluir
  5. Muito triste mesmo, sem falar que o Bullyng pode desencadear um quadro de depressão.

    ResponderExcluir
  6. Eu tenho crianças na família. O mais pequeno é o Rodrigo de 6 meses. Olhar para ele é olhar para o céu. O seu sorriso é a coisa melhor da
    vida. Nele encontro toda a tranquilidade que
    preciso. Nele encontro todas as forças de
    que preciso. As crianças são o melhor do mundo
    e é preciso incutir nelas SENSIBILIDADE.
    Se não ganhar o livro não inporta.O que interessa é que a minha vida sem crianças não
    tinha sentido.
    Bj.Irene

    ResponderExcluir
  7. Que bacana!
    De qualquer maneira, me enviar custaria o preco do próprio livro, nem vale a pena.

    Beijos pros dois!

    ResponderExcluir
  8. C. eu estou pouco me lixando pra quanto vai custar mandar esse livro pra aí. Então bola uma frase legal e vem participar.
    Um abraço moça.

    ResponderExcluir
  9. Minha frase: Não importa a idade, o que nos dá remissão é a beleza do sorriso de criança.

    Tânia Maria Faustino da Costa
    tcosta@eletrosul.gov.br

    ResponderExcluir
  10. Annn... Frase? Assim com aspas inicio/aspas final? Não consigo... Definitivamente não...

    Mas fato é que elas desenham, elas contornam, elas pintam e elas exibem uma realidade que a gente esquece rapidinho...
    Talvez porque nosso foco seja o problema
    e o delas a solução.
    Ou talvez não.
    Talvez porque nosso foco seja somente apagar e o delas colorir...
    Ou talvez não.
    Talvez porque a realidade precise de cores,
    de riscos,
    de rabiscos,
    de sorrisos,
    de choros
    e essencialmente, de pureza.
    Ou talvez não.
    E talvez seja essa toda a beleza.
    O talvez e o não.
    Porque a criança sabe que o sim é simples.
    Basta a folha de papel.
    E a inocencia pra "exibir" o que está loguinho ali.

    ResponderExcluir
  11. Ser Criança é ser inquieto dar piruetas no ar, pular corda, jogar pião, jogar bola, sem nada se preocupar.

    Alexandre Braga freire
    alexandreroots@gmail.com

    ResponderExcluir
  12. Quando pensei que o nada mais no mundo tinha razão de ser para mim, vi a graça de reviver no olhar e no sorriso da Princesinha.

    Parabéns pelo livro, Roberta!!!!
    beijo, menina

    ResponderExcluir
  13. A presença da criança ao nosso redor nos redime dos erros que cometemos querendo sempre o melhor para elas.

    ResponderExcluir
  14. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  15. "A criança que mora em mim salva o adulto desgostoso e quer o livro de assunto miraculoso."

    ResponderExcluir
  16. nossa... legal essa iniciativa... hehe...

    mas só de ver as frases do pessoal aí, já desisti de participar... nossa...

    mas enfim, que o ganhador seja merecedor e tem vários aí em cima hein... hehe

    abraço ao Luciano e à Luciana! =)

    ps.: se o "L." de L.S. Alves não for Luciano, eu peço desculpas, apenas deduzi que fosse... hehe

    ResponderExcluir
  17. E quem foi o ganhador???

    ResponderExcluir
  18. C., ainda não escolhemos o ganhador. Estamos atrasados na missão e vamos cumprir em breve. Ficamos felizes com o seu interesse. Um abração da Lu!

    ResponderExcluir
  19. Mr. Gomelli, esperamos contar com a sua participação em outros concursos.

    A sua dedução está correta. O L de "L.S. Alves" é de Luciano. Bingo!

    Um abração da Lu Vieira

    ResponderExcluir

Se você se deu ao trabalho de escrever então nós iremos responder.