segunda-feira, setembro 17, 2007

A cor errada. Parte III



E assim foi sua vida. Uma seqüência de batalhas. Algumas vitórias. Algumas derrotas e até mesmo um ou outro empate pelo meio do caminho. De nada valeu sua perseverança, sua bondade. No final foi embora da mesma forma como chegara ao mundo. Sozinha e sem saber o por quê das coisas. Sabia que era diferente. E que jamais seria aceita pelos outros. O que a fazia tão estranha e abjeta a ponto de ser odiada por todos? Ela jamais obteve essa reposta.
Aos poucos as lembranças esmaeceram e a inconsciência tomou conta dela. Uma manta preta cobriu-lhe a visão e pronto. Estava visão e pronto. Estavapara perceber quando o seu corpo foi aspergido com água e depois enrolado em papel. Também não ouviu as palavras do seu algoz.
- Aqui senhorita. Aceite uma pequena raridade. Nascida dentro de um roseiral vermelho a mais bela das minhas flores é esta linda rosa amarela.


Fim

14 comentários:

  1. Tive que ler a história, claro. Muito bem escrita e com suspense que só o final nos revela.
    Voltei.**

    ResponderExcluir
  2. Pra que dar uma rosa a quem se vai matar? que coisa, mas se tu o dizes!... Beijinho a ti e aparece nino...

    ResponderExcluir
  3. Eu aceito.


    (Prometi ser você o primeiro).

    Beijo.

    ResponderExcluir
  4. Lindo.... Não tenho mais palavras agora...

    ResponderExcluir
  5. Li inteira de novo e fico ainda mais fascinada... Tiro o chapéu... Maravilhoso!!!!!!!

    ResponderExcluir
  6. meu palpite é que ela não era uma pessoa... mas tava achando que se tratava de uma cachorra!!

    beijos.

    ResponderExcluir
  7. Obrigado por àqueles que dedicaram tempo a acompanhar esse conto. Conforme forem surgindo outros eu irei colocando-os aqui.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  8. Esate é dramático e pior ... enigmático! Só gostei da cor da rosa ... amarela, a minha preferida :)*

    ResponderExcluir
  9. Uma bela metáfora, LS!
    Beijo :)

    ResponderExcluir
  10. Pascoalita também gosto das rosas amarelas.
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Obrigado Jonice.
    Beijos pra você também.

    ResponderExcluir
  12. Rosa amarela! Gosto muito dessa cor! Valeu a pena reler, pois é muito bom! Continue assim! Vc tem talento!

    ResponderExcluir
  13. Luciana fico lisonjeado, mas não desejo continuar assim. Afinal, pedra que rola não cria limo.
    Um abraço moça.

    ResponderExcluir

Se você se deu ao trabalho de escrever então nós iremos responder.