quarta-feira, janeiro 07, 2009

Dia da liberdade de cultos

Hoje é o dia da liberdade de cultos. Apesar de ultimamente não concordar com quase nada que diga respeito a cultos, religiões ou crendices, cada vez mais acredito na necessidade de defendermos a liberdade das pessoas ao livre pensar e a suas manifestações individuais. Afinal se você acredita em ressurreição, céu, inferno ou mesmo no nada isso é problema seu e desde que isso faça com que sua sanidade continue dentro dos padrões considerados normais então pra mim está ótimo e creio que para você também.
Esse tema me lembra uma frase que minha mãe usava muito para educar os seus cinco filhos, A liberdade de um começa onde a do outro termina, não parece uma frase muito bem construída, mas posso traduzi-la da seguinte forma, Você só terá direito a sua liberdade quando aprender a respeitar a liberdade dos outros. Não sei de onde ela tirou isso, entretanto, hoje acredito que exista muita sabedoria nessas palavras e que haveria menos conflitos se as massas adotassem esse comportamento. Isso ajudaria a diminuir a manipulação que diversos grupos religiosos usam para lançar maiorias amedrontadas contra minorias indefesas. Estratégia esta que desde os primórdios tem sido executada com muita eficiência por judeus, católicos, muçulmanos e outros tantos que não cito por que o meu conhecimento de história não vai muito mais longe que o oriente médio.
Enquanto pesquisava pra esse post notei que igrejas/organizações religiosas tem isenção de impostos. Alguém pode me explicar o porquê disso? Se o dinheiro entra por que o governo não deve retirar a sua parte, a César o que é de César. Ele tira de mim e de você por que então não tirar das igrejas também? Qual a justificativa para essa benesse?Mas deixando minhas implicâncias de lado vamos comemorar esse pequeno pedaço de liberdade que desfrutamos no Brasil e esperar que ela se espalhe pelos outros cantos da terra e que ninguém mais tenha que morrer em nome fé, própria ou dos outros.

Gostou do texto? Cadastre-se ali no topo à esquerda e receba mais posts no seu e-mail. É grátis!

22 comentários:

  1. a liberdade é um bem fundamental, independentemente daqueilo a que se aplica

    ResponderExcluir
  2. Carla creio que esse é o caminho.
    Um abraço moça.

    ResponderExcluir
  3. Liberdade é o poder de expressao, nela incutimos os nossos valores, sentimentos!
    Beijo doce e muito carinhoso

    ResponderExcluir
  4. Naela obrigado pela sua participação. Um abraço moça.

    ResponderExcluir
  5. É de tanto, um pouco estranho de se imaginar um mundo sem liberdade, e apesar de conhecermos essa palavra e nascermos sob sua guarda, quem aqui cosegue imaginar um mundo totalmente liberto? A nossa liberdade é uma liberdade algemada, presa a ignorância e a ideologias.
    Seria bom que todos soubessem dessa frase que sua mãe proclamava tão sabiamente.
    E nas Palavras de outro grande Homem, Tiago de Mello:
    "Artigo final: Fica proibido o uso da palavra liberdade a qual será suprida dos dicionários e do pântano enganoso das bocas. A partir deste instante a liberdade será algo vivo e transparente como um fogo ou um rio ou como a semente do trigo, e sua morada será sempre o coração do homem."

    Beijos, até.

    ResponderExcluir
  6. Verônica vejo que temos graus de liberdade. Alguns mais outros menos. E concordo quando dizes que ela é algemada pelas ideologias.
    Adorei o texto do Tiago de Mello.
    Moça um abraço e até mais.

    ResponderExcluir
  7. O que me aborrece nestes tipos que encontramos na rua, cheio de boas intenções, é nunca respeitarem e ouvirem o que a vitima tem para lhes dizer. Que também é respeitável. Mas o dogmatismo dessa gente é de tal ordem que chega a ser impressionante o teor das conversas. Eu até tenho paciência para os aturar. Até saio revoltado das conversas.

    Aqui a questão das relações com o Estado, parece-me que é idêntico. Mas não sei bem.


    Um abraço

    ResponderExcluir
  8. Comentário muito sábio o seu no meu último post. :)
    Quanto ao seu tema, digo que a palavra chave para tudo isto é RESPEITO.
    Um beijo!

    ResponderExcluir
  9. Carlos essa mania de exigir respeito na hora de falar e pisar nele na hora de ouvir é dose. Aqui no Brasil já dizem que três coisas não se devem discutir, religião, futebol e política, pois sempre acaba em confusão.
    Espero que o estado em Portugal mantenha-se afastado da igreja. Essa união sempre traz mais males do que benfeitorias.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  10. Alice obrigado pela visita. E como você disse, respeito. Por si e pelos outros.
    Um abraço moça.

    ResponderExcluir
  11. Juntando este teu post ao meu, com o comentario que me deixaste, eu sinto e acho e tenho quase a certeza que hoje soube muito mais sobre ti.
    Obrigada pela sinceridade, sempre. E viva a liberdade.

    Beijo meu ♥,

    A Elite

    PS : e é por não teres a pretenção de ser um pai perfeito que na volta estas perto de sê-lo!

    ResponderExcluir
  12. Jéssica sinceridade não é uma arma que eu use muito pelo mundo, mas sinto que com os amigos blogueiros não é necessário tanto receio na hora de usá-la. Espero que a impressão causada seja boa.
    Moça um abraço e viva a liberdade.

    ResponderExcluir
  13. Ai nino, por mais cultos e religiões que existam, pior para a sanidade espiritual!... a maioria não faz nada do que o Mestre ensinou, outros só querem ganhar mais uns reais, outros ajudam , mas, desajudam por outro lado e assim; não professo nenhuma e apenas a que quero; ser melhor pessoa ajudar a quem precisar, mesmo sem reais, haja amor... E já dizia jesus num Livro espiritual que; as religiões vieram atrasar o mundo em centenas de anos!... só isso, mas parece que todos estão a começar a ver que o caminho não é por ali, por cultos e crendices, mas sim; pelo amor e entreajuda entre todos. Lá chegaremos. Grande abraço e beijinhos a ti moço querido. laura..

    ResponderExcluir
  14. Laurinha o que não falta nesse mundo são picaretas a fim de ganhar dinheiro em cima da crendice e do desespero alheio. Tomara que mais pessoas adotem o amor como guia para suas vidas.
    Beijos moça.

    ResponderExcluir
  15. a liberdade não é o maior bem hj, pois podem nos tirar qq aspecto de liberdade, até a de pensar.

    tampouco a vida, pois tb vive nas mãos de outros, mtas vezes menos inteligentes q nós.

    acaba sendo o poder, o uso da força, oq vem sendo pregado e aceito como o bem supremo. poder para invadir países, jogar bombas, não ajudar e deixar q ajudem.

    o poder corrompe, mas todos hj querem corromperem-se.

    cultos? nenhum passa na peneira das vaidades.

    ainda bem q sou um otimista.

    ResponderExcluir
  16. Não consigo discordar de ti, mesmo assim, independente do que os outros fazem creio que devemos batalhar por uma vida melhor e mais honesta. É aquela questão do respeito que já falamos acima. Pelo menos sobre as nossas atitudes nós ainda temos algum controle.
    Gostei da piada com "cultos"
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  17. É verdade! Eu concordo plenamente com a frase da sua mãe, e mais ainda com sua explicação sobre ela.
    E vamos torcer pelo fim das guerras em nome das religões.

    Um 2009 cheio de felicidade e sucesso pra você!!!

    Beijosss

    ResponderExcluir
  18. Uma das coisas que me incomoda nessas guerras é que todas são motivadas por dinheiro e poder, mas são sempre mascaradas pelo carater religioso.
    Um abraço moça e feliz 2009 pra você também.

    ResponderExcluir
  19. Minha avó diz isso tb. Essas frases que vem de tempos que ninguém consegue lembrar e que são passadas de geração em gerção. Adoro isso!
    Teoricamente o dinheiro que as Igrejas recebem seria convertido para a população de alguma forma... Mas aí se isso ocorre ou não é outra questão.

    ResponderExcluir
  20. Bom segundo minha pesquisa:
    "a minha liberdade termina onde começa a do outro" - Ortega Y Gasset (filósofo espanhol).

    mas como não achei o original, não posso lhe dar certeza.

    de qq maneira acho muitos de nós fomos criados ouvindo isso, a questão é quantos de nós de fato realizamos?!

    bjos

    ResponderExcluir
  21. Renata está bem! Eu confesso. Não sou perfeito. Mas tento respeitar a vida dos outros e manter uma convivência harmoniosa. Pelo menos eu tento.
    Obrigado pela dica da autoria. Vou pesquisar para poder oficializar a coisa.
    Um abraço moça.

    ResponderExcluir
  22. Grivi agora que tu falastes em "de geração pra geração" caiu a minha ficha de que eu não passaria esse conhecimento pra minha filha. Essa frase se fixou na minha cabeça junto com o conceito de irmãos e partilha de espaço e recursos. Minha filha é única. Em casa não há outras crianças para disputas. Agora vou tratar de remediar o caso dando uma reforçada nesse conceito.
    E quanto a grana, creio que não é tão bem utilizada quanto deveria.
    Um abraço moça e obrigado pelos toques.

    ResponderExcluir

Se você se deu ao trabalho de escrever então nós iremos responder.