domingo, junho 28, 2009

Prece

Prece

Que eu viva a cada instante sem trapaça,
Cultivando verdades com nobreza;
Que a caridade não me seja escassa
E eu sempre aja com total franqueza.

Que eu seja bom, e em cada gesto nasça
A honestidade, que é a maior riqueza.
E que eu seja atencioso na desgraça;
E estenda as minhas mãos pela pobreza.

Que eu seja tolerante e caridoso,
Mostrando sempre um gesto de incentivo,
Levando sempre um ato generoso.

Que eu busque ser humilde e compreensivo,
Trazendo um coração sempre bondoso
E um cérebro disposto e prestativo.

Conforme eu prometi ai acima está um dos sonetos do Hélio Cabral. Com o tempo postarei outros.


Gostou do texto? Cadastre-se ali no topo esquerda e receba mais posts no seu email. É grátis!

9 comentários:

  1. Todos os textos do Hélio Cabral que você postou no seu blog são excelentes. O texto "Prece" trata da bondade que acho que se fala muito e pouco se pratica. Todo mundo quer ser bom, mas esquece de ser bom. Ainda penso que ser bom tem que vir do fundo do coração. É preciso querer de verdade ser bom. Não é ser bom para chamar a atenção das pessoas com o objetivo de atender as suas "segundas intenções". Grande abraço!

    ResponderExcluir
  2. Estou gostando muito de ler o Hélio Cabral, Luciano.
    Boa semana, família bonita!
    beijos :)

    ResponderExcluir
  3. Os políticos deveriam ser obrigados a ler esse soneto como juramento antes de tomar posse, não acha?

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Luciana quanto a essa idéia de ser bom eu sempre esbarro na questão de o que é ser bom? Bem e mal são questões muito pessoais e relativas. Prefiro que as pessoas se esforcem para serem coerentes com elas mesmas. Creio que esse é o melhor caminho a se percorrer.
    Um abraço moça.

    ResponderExcluir
  5. Jonice fico feliz que esteja gostando.
    Um abraço moça.

    ResponderExcluir
  6. Raíssa tentar é algo que sempre vale a pena.
    Um abraço moça.

    ResponderExcluir
  7. Stella esse bem poderia ser o juramento de todas as profissões.
    Um abraço moça.

    ResponderExcluir
  8. Agradeço de coração os comentários, críticas e elogios. O interesse de um poeta não é só causar deslumbramento e sim despertar o questionamento e a dúvida. Um grande abraço a todos.

    Hélio

    ResponderExcluir

Se você se deu ao trabalho de escrever então nós iremos responder.