quinta-feira, junho 11, 2009

Asfalto Porcos e Acidentes

As 20:00 horas de ontem a noite iniciei minha viagem de férias rumo a Curitiba. Calibrei pneus, abasteci o carro e peguei a BR-101 rumo ao norte do estado. No carro, malas, cobertores, casacos, Lan, Liz e Edy.

Paguei pedágio ali depois de Tijucas e seguia tranquilamente a minha rota quando de repente sinto um cheiro desagradável dentro do automóvel. Olho em frente e vejo um caminhão que parece levar carga viva. Pergunto: - Amor tá sentindo um cheiro estranho? - Sim. Ou é você ou aquele caminhão de porcos. A situação estava piorando a olhos vistos. Além de inundar a estrada com seu cheiro nauseabundo o maldito caminhão vazia questão de ultrapassar tudo que se metesse na sua frente. O veículo balançava de forma ameaçadora e os porcos nem aí. Sentadões, tranquilos curtindo o vento no focinho e fodendo o nariz de todo mundo que vinha atrás.
Decidi que o melhor a fazer era acelerar e deixar aquele motorista maluco pra trás antes que ele acabasse me atingindo. Carquei o pé no acelerador e o fiat respondeu desenvolvendo absurdos 110 km/h. Quanto mais próximo dos presuntos ambulantes pior tornava-se a fedentina. Emparelhei com o caminhoneiro sequelado e pensei agora eu deixo essa catinga pra trás. Nesse momento ouço um estouro e perco a visão da estrada a minha frente. A tampa do motor soltou-se e bateu contra o vidro. Esfacelou o parabrisas. Não houve tempo pra gritos ou outras frescuras. Dei sinal e fui pro acostamento averiguar o que estava acontecendo. Enquanto isso os porcos iam longe e felizes. Meu consolo é que destino de porco é panela.
...
Agora são 01:45 do dia 11/06/09 estou novamente em Palhoça e o carro já está na oficina mecânica. Tudo isso nos leva a perguntar:
- As férias acabaram?
Não.
Já compramos passagens de ônibus pra Curitiba e chegamos lá amanhã a tarde.
Por sorte no acidente ninguém se feriu e minha filha estava dormindo durante todo o ocorrido. Só acordou no táxi na hora de voltar pra casa. Quando ela chorou pensando que não iria viajar. O pessoal do seguro me tratou bem e o socorro não demorou muito. Agora é dormir e amanhã levantar, sacudir a poeira e da a volta por cima.
Um abraço a todos.


Gostou do texto? Cadastre-se ali no topo esquerda e receba mais posts no seu email. É grátis!

15 comentários:

  1. Ena! Mas que azar hein? Mas ainda bem que tudo correu bem e que vais continuar com as tuas férias:)
    E coitados dos porcos..não têm culpa de nada lol
    Beijocas

    P.S. vou deixar o endereço no teu facebook, ok?

    ResponderExcluir
  2. Clara podes deixar que eu vou lá pegar o teu endereço. Um abraço moça.

    ResponderExcluir
  3. Afeeee...quem é que merece??? Eu viajo pra caramba, mas algo assim nunca me aconteceu, acho que eu ia ficar mega mal humorada!

    ResponderExcluir
  4. Caraca!!! Você não deve estar querendo ver nenhum porco tão cedo rs!!!
    Graças a Deus ninguém se machucou...Boa sorte na sua viagem de ônibus e que você aproveite muito as suas férias com sua família e que os porcos não tire a tranquilidade de vocês!

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  6. Carla eu até poderia ficar mal humorado. Mas isso não iria resolver o custo do concerto e nem melhorar a viagem. Por isso me agarro ao fato de que ninguém se machucou.
    Um abraço moça.

    ResponderExcluir
  7. Aline porco pra mim só se for no prato. Não quero nem saber desses bichinhos. Vou aproveitar a viagem o máximo possível.
    Um abraço moça.

    ResponderExcluir
  8. acidentes acontecem, sem necessariamente haver culpados. talvez o seu carro daria problemas independentemente do caminhão de porcos. talvez se vc diminuisse a velocidade e esperasse o caminhão se afastar o suficiente pro cheiro sumir, nada teria acontecido. talvez o motorista tenha de aguentar noites&noites de fedor e prazos de entrega justíssimos. são mtos talvezes q nos levam em uma só direção: agradeça a deus por estar bem, o resto ñ é importante.

    ResponderExcluir
  9. Vão os anéis e ficam os dedos. Todos salvos, isso que importa!!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  10. Nossa! Que situação bizarra! Ainda bem que ninguém se feriu e que você não surtou e tals. Dizem que a melhor coisa é manter a calma nessas horas. Ainda bem que conseguiu. ^^' Eu sou meio desesperada, dai nem acho que conseguiria evitar uns gritinhos frescos. rs

    Beijo!

    ResponderExcluir
  11. espero que a viagem continue bem

    passei também para te falar do lançamento do meu livro "In-Finitos Sentires" a 27 de JUnho na Biblioteca de Valongo...
    beijo

    ResponderExcluir
  12. Jefferson com você da a entender na sua mensagem, acidentes acontecem. E a minha maior alegria é que foram apenas danos materiais. E dinheiro é algo que a gente ganha com o tempo.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  13. Laura todos salvos e ainda ddispotos a terminar a viagem.
    Um abraço moça

    ResponderExcluir
  14. Stella esse negocio de surtar não é muito a minha. Quem convive comigo sabe que sou uma pessoa super tranquila. O mais incríve tudo foi minha esposa não dar piti e minha filha não acordar com o acidente.
    Um abraço moça.

    ResponderExcluir
  15. Carla a viagem continuou bem. Obrigado.
    Boa sorte com lançamento do seu livro.
    Um abraço moça.

    ResponderExcluir

Se você se deu ao trabalho de escrever então nós iremos responder.