terça-feira, março 13, 2007

Pressão. Parte I



Há duas semanas que o prazo estava acabando e ele não conseguia finalizar o romance. Uma espécie de manto negro havia baixado sobre sua cabeça e não conseguia enxergar nada que não fosse o calendário e o ponteiro do relógio.
A donzela estava na sala ao lado. Os soldados e o conde, seu pai e inimigo mortal, estavam no corredor a sua frente. Ao seu lado Tara a guerreira voluptuosa e letal que era loucamente apaixonada por ele.
E agora? O que ia fazer com a personagem? Final feliz com a princesa água com açúcar. Transformá-lo em herói trágico? Perecendo num sanguinolento duelo com o próprio pai? Pode até morrer, mas antes tem que salvar as duas. Ele também podia fugir com a guerreira gostosona.
Se escrevesse pra televisão simplesmente matava o vilão, casava todos os sobreviventes e pronto. Mas, porra, ele era um “escritor”. Tinha que ser capaz de algo mais.
O pior de toda essa situação é que já tinha torrado o dinheiro do adiantamento pelo livro. E se não der conta do serviço a perda do contrato e a multa o levarão à falência. E de volta pra barraquinha de cachorro quente. Se é que conseguiria recuperar seu antigo ponto de vendas.
Toca o celular. É o editor. E agora? Atendo? Não atendo? Atendo? Não aten...
- Fala.... tô bem....sim tá pronto....Não! Pronto. Pronto não tá, mas falta pouco e amanhã eu levo aí pra você conferir.... Sim eu sei...não te deixar na mão...É....Amanhã.....Boa noite pra você também.
Bosta! Já não bastasse sua consciência tinha também o seu editor a pegar-lhe no pé. E as perguntas se repetiam. Casamento? Morte? Fuga? Precisava de outra alternativa. O final do romance devia ser inusitado. Tinha que existir alguma coisa que pudesse utilizar. Em sua mente as imagens passavam num carrossel vertiginoso. Princesa, salsicha, espada, cebola, aluguel, contrato, conde, milho e ervilha.
Levantou-se e foi até a cozinha. Botou leite no fogo pra fazer um café. Quem sabe uma dose cavalar de cafeína poderia ajudá-lo?
Se ao menos não tivesse matado o bruxo. Poderia usá-lo agora como uma surpresa. A história teria uma reviravolta no final. Mas agora era tarde demais. Fizera uma ótima cena de ação com o herói matando o bruxo com um golpe de espada que chegou a decapitar a vítima. Tinha que aprender a não desperdiçar personagens.
Tomou um gole do café. Estava forte e pouco adoçado. Sentiu um arrepio percorrer-lhe o corpo. Voltou para a máquina. E começou a digitar. Matou o conde. Com isso o herói tornava-se um rico herdeiro. Agora era só pegar a princesa ou a guerreira e fugir. Ou quem sabe...




Obs: recém saído do forno. Terminei ontem. Espero que gostem. Amanhã eu posto o final da história.

9 comentários:

  1. hehe, você já leu O Jardim do Diabo, do Verissimo? A mistura de elementos reais e imaginários me lembrou o livro na mesma hora. Bom pra você, pois aprecio muito dessa técnica.

    ResponderExcluir
  2. Obrigado. Agora vou voltar e editar esse post. Parece que estão havendo muitas falhas quando copio do Word e colo no Blog.
    Você já ouviu falar do Lulu? O Albarus postou um texto no Leia livros.

    ResponderExcluir
  3. Vi sim. Comecei a fuçar no lulu na mesma hora que li o post do Álvaro. Já até coloquei nos meus favoritos pra quando eu já tiver alguma coisa saindo do forno.

    ResponderExcluir
  4. Tem que perguntar pro Albarus quanto custa esse livro. Frete+Taxas+Manufatura EUA ou Britânica--> custo alto. Não adianta ter um livro com um preço inacessível.

    ResponderExcluir
  5. Pelo que vi sai o mesmo valor de qualquer outro livro (exceto os best-sellers) Made in USA, no total geral entre 7 e 15 dólares. Mas o preço depende muito do que você determina, não? O LLL vende o livro dele pra download a 3 dólares, e vende bem por causa da propaganda. Achei realmente um ótimo serviço para os escritores debutantes, like me.

    ResponderExcluir
  6. Veja um exemplo os livros da Luciana (http://www.lulu.com/content/242282). Tá certo que o livro impresso ficaria mais de R$35,00 para chegar aqui, mas e se ela disponibilizasse ele para download? E se mesmo a esse preço, fosse feita uma boa divulgação em cima, será que ninguém se interessaria? São todos fatores subjetivos, mas que sempre ficam martelando na nossa cabecinha indecisa.

    ResponderExcluir
  7. Aguardo ansiosa o final...Finais inesperados e sem princesas felizes para sempre são o meu forte, ja guerreiras felizes, isso sim...agora ve se posta logo...ou me acabo no suspense.
    Bjs meus

    ResponderExcluir
  8. Gostei muito o blog esta super giro ;)

    da uma vista de olhos no meu

    http://espirito-da-lua.blogspot.com

    Bj Lua

    ResponderExcluir
  9. Fico tão triste comigo mesma por chegar atrasada na sua postagens ,mas tenho trabalhado muito.

    Adorei o textos muito legal,mas acho que vc deveria ter colocado + suspense para nós deixar com muita curiosidade para saber o fim.

    Mesmo assim esta lindo seu texto,bjos

    ResponderExcluir

Se você se deu ao trabalho de escrever então nós iremos responder.